AccueilDiálogos sobre o tempo livre na contemporaneidade

Diálogos sobre o tempo livre na contemporaneidade

Seminário ócio e contemporaneidade 2011

*  *  *

Publié le dimanche 23 octobre 2011 par Marie Pellen

Résumé

O Seminário Ócio e Contemporaneidade 2010 propõe a realização de um ciclo de diálogos, apresentações de resultados de pesquisas científicas, e vivências lúdicas convocando a temática central: Diálogos sobre o Tempo Livre na Contemporaneidade. O referido ciclo de diálogos, em forma de seminário é um meio de promover a interação entre pesquisadores, estudiosos, professores e público geral interessado em um ambiente propício à troca de ideias, abordagens conceituais multidisciplinares e proposições de ações efetivas e transformadoras a partir do conceito central. Chamada de trabalhos até 31 de outubro de 2011.

Annonce

Apresentação

O Seminário Ócio e Contemporaneidade 2010 propõe a realização de um ciclo de diálogos, apresentações de resultados de pesquisas científicas, e vivências lúdicas convocando a temática central: Diálogos sobre o Tempo Livre na Contemporaneidade. O referido ciclo de diálogos, em forma de seminário é um meio de promover a interação entre pesquisadores, estudiosos, professores e público geral interessado em um ambiente propício à troca de ideias, abordagens conceituais multidisciplinares e proposições de ações efetivas e transformadoras a partir do conceito central.

O evento é uma proposição do Grupo de Pesquisa Otium/ Estudos Multidisciplinares sobre Ócio e Tempo Livre, cadastrado no CNPq, e é organizado pelo Laboratório de Estudos sobre Ócio, Trabalho e Tempo Livre (Otium), do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade de Fortaleza, com coordenação do professor Dr. José Clerton de Oliveira Martins, titular do referido programa. A ideia do evento advém da articulação do Laboratório com outras instituições de ensino superior, pesquisa e extensão do Brasil, América Latina, e Europa, que também se debruçam sobre o tema central, ao buscar compreender a consciência do valor do Tempo Livre como potencial transformador dos sujeitos em agentes de sua própria ação autônoma podendo, a partir dessa consciência, interferir para transformar realidade.

Ócio e Contemporaneidade: Diálogos Contemporâneas sobre o Tempo Livre inclui conferências, ciclo de debates, apresentação de pesquisas científicas, vivências e experiências artísticas. O local do Seminário será o Campus da Universidade de Fortaleza, no seu Auditóro A4, na pós-graduação da referida universidade. Os horários serão sempre os mesmos em cada dia: das 08:00 h às 20:00 h entre os dias 24 e 26 de novembro de 2010.

  • As conferências serão proferidas por um pesquisador convidado de reconhecimento internacional e os diálogos serão em formato de mesa redonda com a presença de três pesquisadores convidados, sempre com a presença de um mediador (ancora) seguidos de diálogo com o público participante.
  • As apresentações de pesquisa científicas serão no formato de  Dissertação, sendo observados os critérios acadêmicos em vigor.
  • As vivências e experiências artísticas serão possibilitadas pela visita às constantes exposições oferecidas pelo Espaço Cultural UNIFOR, diálogos nos jardins, integrações ao término de cada atividade e momentos lúdicos no auditório A4 nos intervalos entre os diálogos. Estes momentos buscam favorecer ao público momentos de ócio através de encenações, intervenções e visita aos ambientes de exposições de artes da universidade.

O Seminário promoverá uma programação em três dias, com duas conferências, um ciclo de diálogos e apresentações de pesquisas teóricas e de campo sobre o tema, tomando os estudos contemporâneos do Ócio e o uso do Tempo Livre na sociedade sob abordagem multidisciplinar e com foco em experiências acessíveis aos mais diversificados públicos.

Programa

23/11/2011

8h – Credenciamento e Exposição de banners.

9h – Mesa de abertura do evento.

10h – Conferência de abertura: Possibilidades do ócio construtivo numa sociedade em Pane.

Palestrante: Profa. Dra. Ieda Rhoden (UNISINOS)

Pausa para almoço

14h – Mesa: Viajante, Turista? Reflexões sobre turismo, consumo e desejo.

Participantes: Profa. Dra. Kátia Flores Pinheiro (UERJ/RJ); Prof. Dr. Cassio Aquino (NUTRA/UFC); Prof. Dr. Clerton Martins (PPGPsi/UNIFOR) 

16h – Conferência: Inclusão, Ócio, lazer e turismo. 

Palestrante: Prof. Dra. Luzia Neide Coriolano (NETUR/UECE)

17h – Defesa de dissertação:

Ócio e movimento Slow: contraposição à sociedade apressada.

Mestranda: Lorena Gurgel

Orientador: Prof. Dr. José Clerton de Oliveira Martins (PPGPsi/UNIFOR)

Avaliadores: Profa. Dra. Tereza Gláucia Rocha Matos (PPGPsi/UNIFOR); Profa. Dra. Ieda Rhoden (UNISINOS); Profa. Dra. Luzia Neide Coriolano (NETUR/UECE)

19h – Coquetel e visita à exposição do artista plástico Bruno Pedrosa, no Espaço Cultural da UNIFOR.

24/11/2011

8h – Exposição de banners

9h – Mesa: Os espaços para ócio na cidade contemporânea.

Participantes: Profa. Dra. Zulmira Bomfim (UFC/LOCUS); Prof. Dr. Paulo Igreja (UERJ); Profa. Dra. Ieda Rhoden (UNISINOS) 

11h – “Atividade Lúdica” – A cargo do Curso de Belas Artes/UNIFOR.

Pausa para almoço

14h – Mesa: Gestão do ócio na periferia de Fortaleza.

Participantes: Prof. Ms. Henrique Rocha (UDEUSTO); Profa. Ms. Adriana Pinheiro (UNIFOR); Prof. Ms. Francisco Antonio Francileudo (UNIFOR); Prof. Dr. Paulo Igreja (UERJ) 

16h – Conferência: Poéticas do espaço: práticas de consumo e sensibilidades nos anos 20.

Palestrante: Prof. Dr. Iranilson Buriti de Oliveira (UFCG).

18hAtividade cultural: Apresentação do filme etnográfico Maracatu corpo brincante.

Debatedores: Prof. Dr. Clerton Martins (PPGPsi/Unifor): Profa. Dra. Leônia Teixeira (PPGPsi/Unifor); Profa. Ms. Carol Holanda (Belas Artes/Unifor); Prof. Ms. Manoel Moacir (Belas Artes/Unifor) 

25/11/2011

8hExposição de banners

9h – Mesa: Ocio e inmigración: el caso de nordestinas en el País Vasco.

Participantes: Ms. Rosely Cubo (UDEUSTO); Profa. Ms. Fabiana Brasileiro (PPGPsi/UNIFOR); Prof. Ms. Júlio Torres (PPGPsi/UNIFOR); Profa. Dra. Ieda Rhoden (UNISINOS).

 10h30 – Mesa: Comunicação, arte e ócio: os meios de comunicação de massa frente à construção e expressão da vida criativa e de convívio em Fortaleza. Do tédio às descobertas da alegria de viver.

Participantes: Rose Bezerra (Jornalista); Pedro Martins Freire (Filósofo); Prof. Ms. José Anderson Freire Sandes (UFC-Cariri)

Pausa para almoço

14h30 – Defesa de dissertação:

Trabalhadores do sal e do sol: os significados do trabalho para os operários salineiros do oeste Potiguar.

Mestranda: Kalyana Fernandes

Orientador: Prof. Dr. José Clerton de Oliveira Martins (PPGPsi/UNIFOR)

Avaliadores: Profa. Dra. Tereza Gláucia Rocha Matos (PPGPsi/UNIFOR); Profa. Dra. Luciana Maia (UNIFOR); Prof. Dr. Iranilson Buriti de Oliveira (UFCG)

17h – Conferência de Encerramento: O ócio nas Cidades Temáticas.

Palestrante: Prof. Dr. Fernando Cruz (UPORTO).

19h – Coquetel de Encerramento.

Participantes  

José Clerton de Oliveira Martins (Coordenador) – Doutor em Psicologia (2001) pela Facultat de Psicologia da Universitat de Barcelona (Catalunya/España), com tese defendida sobre Cultura, das Organizações. Realizou Pós-doutorado (CAPES) na Universidad de Deusto (País Basco/España), no seu Instituto Multidisciplinar de Estudios de Ocio (IEO), na condição de professor visitante (2005/2006) do programa de Doutorado em Ocio y Desarrollo Humano, onde desenvolveu projeto sobre Educação para o ócio, no trabalho e no tempo livre. É Pós-Graduado (especialista) em Administração de Recursos Humanos (1994) pela Universidade Federal do Ceará, em Gerência de Marketing pela Universidade Estadual do Ceará (1998) e em Cultura Folclórica pelo IFCE (2004). Atualmente é Professor Titular da Universidade de Fortaleza, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Psicologia. Pesquisa sobre os temas: Trabalho, Ócio, Lazer, Tempo Livre e Cultura das Organizações. Investiga ainda, sobre: Temporalidade Social, Consumo, Cultura e Cultura Popular, Tradição e Contemporaneidade, Corpo e Dança. Orienta, ainda, estudos sobre Turismo, Patrimônio Cultural e Identidades. Coordena o Grupo OTIUM/ Estudos Multidisciplinares sobre Ócio e Tempo Livre cadastrado no CNPq e também o Otium/ Laboratório de estudos sobre ócio, trabalho e tempo livre/PPGPsi/Unifor e o GT Ócio, Tempo e Trabalho da ANPEPP. É membro fundador da OTIUM – ASOCIACIÓN IBEROAMERICANA DE ESTUDIOS DE OCIO.

Erotilde Honório Silva – Graduada em História pela Universidade Estadual do Ceará (1972). Graduada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Ceará (1975) Graduada em Medicina pela Universidade Federal do Ceará (1980). Especialista em Homeopatia pela Universidade Federal do Ceará (1985). Especialista em Pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria (2000). Tem especialização em Aperfeiçoamento em Metodologia da Pesquisa em Comunicação pela Universidade Federal do Ceará (1977), especialização em Formação do Ator Curso de Arte Dramática pela Universidade Federal do Ceará (1980), especialização em Especialização Em Psicodrama pela Fundação Instituto do Homem (1990). Mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (1990) e Doutora em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (1999). Atualmente é Professora Titular da Universidade de Fortaleza e Membro de corpo editorial da Revista de Humanidades (UNIFOR). É Diretora do Centro de Ciências Humanas. Tem experiência na área de Medicina.

Leônia Cavalcante Teixeira Graduada em Licenciatura em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (1988), Graduada em Formação de Psicólogo pela Universidade de Fortaleza (1989), Mestre em Educação pela Universidade Federal do Ceará (1994-CAPES) e Doutora em Saúde Coletiva pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro em co-tutela com a Universidade Paris Nord – Paris 13 (2001-CAPES) e Estágio Pós-Doutoral em Psicologia (CAPES) na Universidade Aberta de Lisboa, tendo como professor-colaborador Dra. Natália Ramos, no período de maio de 2009 a maio de 2010. Atualmente é Professora Titular, Tempo Integral da Universidade de Fortaleza, lecionando no Programa de Pós-Graduação em Psicologia (Doutorado e Mestrado) e na Graduação em Psicologia, além de ser responsável por disciplinas em cursos de Especialização. Tem desenvolvido pesquisas nas áreas da Psicologia e da Psicanálise, com ênfase nos seguintes temas: Subjetividades contemporâneas, Psicanálise e Cultura, Psicanálise e práticas de saúde, saúde coletiva e saúde mental, corpo, interdisciplinaridade. Coordena o Projeto de Pesquisa Psicanálise na interdisciplinaridade: interrogações sobre a teoria, a clínica e o social, ao qual estão vinculados os subprojetos dos mestrandos, bolsistas e voluntários de Iniciação Científica e alunos de Iniciação à Docência. É membro da coordenação do Laboratório de estudos e intervenções psicanalíticas na clínica e no social – LEIPCS; e vice-líder do Grupo de Pesquisa Sujeito, sociedade e contemporaneidade da Universidade de Fortaleza cadastrado na CAPES. É membro do Grupo de Trabalho da ANPEPP Dispositivos clínicos em Saúde Mental.

Luciana Maria Maia Viana – Graduada em Psicologia pela UFPB (1996). Mestre em Psicologia Social pela UFPB (2000) e Doutora em Psicologia Social pela UFPB/UFRN (2008). Atualmente é professora do Curso de Graduação em Psicologia da Universidade de Fortaleza (UNIFOR). Desenvolveu pesquisas no Núcleo de Pesquisa em Desenvolvimento Sócio-moral (1992-2000), no grupo de pesquisa Bases Normativas do Comportamento Social (1998-2000) e no Grupo de Pesquisa em Comportamento Político, desenvolvendo pesquisas na linha de Análise Psicossocial dos Processos de Discriminação Social, especificamente sobre os temas discriminação e preconceito em relação a pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Atualmente, é membro do Laboratório de Estudos do Trabalho (LET), vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UNIFOR. Coordenou o Programa de Acessibilidade e Direitos das Pessoas com Deficiência, da Associação Vida Brasil, apoiando entidades de e para Pessoas com Deficiência no controle social, participação política e luta pela efetivação de direitos (2008-2009). Além disso, tem orientado diversas pesquisas e trabalhos de conclusão de curso na área de Psicologia social e do trabalho. Em resumo, tem atuado nos temas: preconceito, discriminação social, exclusão, relações de trabalho, pessoas com deficiência, direitos humanos, valores e desenvolvimento moral.

Manoel Moacir Rocha Farias Júnior – Graduado em Letras pela Universidade Federal do Ceará (2004) e Mestre em Artes Cênicas pela Universidade de São Paulo (2009). Atualmente é pesquisador e professor auxiliar da Universidade de Fortaleza.

Caroline Maria Holanda Cavalcante – Mestre em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC. Professora de Teatro na Universidade de Fortaleza (UNIFOR), com pesquisa e interesse no campo do Teatro de Animação, Teatro Físico-Visual e Palhaço. Atualmente dirige as pesquisas Laboratório de Teatro Físico-Visual e Poéticas do Palhaço e atua na implementação do Laboratório de Interfaces – tecnologia e corpo.

Cassio Adriano Braz Aquino – Graduado em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará (1989) e em Administração pela Universidade de Fortaleza (1986), Suficiência Investigadora em Psicologia Social – Universidad Complutense de Madrid (2000), mestre em Administração pela Universidade Federal da Paraíba (1994) e doutorado em Psicologia Social – Universidad Complutense de Madrid (2003). Estágio Pós-doutoral na Universidad Complutense de Madrid (2009). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia do Trabalho e Organizacional, atuando principalmente nos seguintes temas: trabalho, precarização laboral, psicologia social do trabalho, psicologia do trabalho e subjetividade, ócio e temporalidade.

Zulmira Áurea Cruz Bomfim Graduada em Psicologia pela Universidade Federal do Ceará (1985), Mestre em Psicologia Social e da Personalidade pela Universidade de Brasília (1990) e Doutora em Psicologia (Psicologia Social) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2003). É especialista em intervenção socioambiental e pesquisadora em Espaço Público e Regeneração Urbana pela Universidade de Barcelona no ano de 2001. Atualmente é Professora Adjunta da Universidade Federal do Ceará. Tem experiência na área de Psicologia Social e Psicologia Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: Psicologia Social Comunitária, Psicologia Ambiental, representações sociais e afetividade.

Luzia Neide Menezes Teixeira Coriolano Doutora em Geografia pela Universidade Federal de Sergipe (2004). É Professora Adjunta 12 da Universidade Estadual do Ceará, Coordenadora do Mestrado Acadêmico em Geografia. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico CNPq no nível 2. Faz parte do corpo editorial da Revista de Humanidades – UNIFOR, Revista Veredas - João Pessoa, Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo RBtur, Revista Casa da Geografia de Sobral, Revista Gestão da Zona Costeira Integrada, Revista PerCurso Curitiba, Revista RIOS – Revista Científica da Faculdade 7 de Setembro. Membro do Conselho Estadual do Turismo, Consultora técnica ambiental do Ministério do Meio Ambiente e da Amazônia Legal, líder do Grupo de Pesquisa Turismo, Território e Cultura do CNPq e Coordenadora do Laboratório - Estudos do Turismo e do Território – NETTUR/UECE, pela Portaria 60/2010 – UECE. Autora de livros pela Papirus, Annablume e EdUECE. Professora orientadora do Laboratório de Estudos do Território e do Turismo, professora/colaboradora - Laboratório de Estudos Sobre o Ócio, Trabalho e Tempo Livre. Realiza pesquisas na área de Geografia, com ênfase em Turismo, Arranjos Produtivos Locais, Espaços Públicos e Privados do Lazer e Turismo, Desenvolvimento Endógeno e na Escala Humana, Educação a Distância. Ganhou o Prêmio Pesquisador Turístico Destaque 2009, pela Associação Nacional de Pesquisadores de Pós-Graduação em Turismo – ANPTUR. Professor Produtividade em Pesquisa – PQ – 2010.

Fernando Cruz – Investigador integrado ao Instituto de Sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, bolsista da Fundação Ciências e Tecnologia (FCT). Com tese de Doutorado intitulada “A tematização nos espaços públicos: estudo de caso nas cidades de Porto, Vila Nova de Gaia e Barcelona. Uma análise sobre a qualidade e a estrutura dos espaços públicos”. Sócio fundador e presidente da AGIR – Associação para a Investigação e Desenvolvimento Sociocultural. Tem presidido e participado da organização de Congressos, Jornadas e Seminários Nacionais e Internacionais.

Ieda Rhoden – Graduada em Psicologia (1987) e Especialista em Psicologia Social (1992) pela PUCRS; Mestre em Administração, com ênfase em Comportamento Organizacional pela PUC-RIO (1999) e Doutora em Ocio e Potencial Humano – pela Universidad de Deusto, Bilbao, Espanha (2004) e validado no Brasil, pela PUCRS, como doutorado em Psicologia Social. Atualmente é Professora da UNISINOS no Rio Grande do Sul e Consultora de Instituições e Organizações. Tem experiência na área de Psicologia Organizacional e do Trabalho, com atuação principal relacionada aos temas: qualidade de vida e desenvolvimento humano, em contextos de trabalho (Gestão de Pessoas) e de não trabalho, como no tempo livre, no lazer e nas experiências de ócio construtivo.

Katia Flores Pinheiro – Doutora em Psicologia Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), no ano de 2010. Concluiu o mestrado em Psicologia Social pela Universidade Gama Filho (UGF), no ano de 1989. Tem curso de Especialização em Psicopedagogia (CEPERJ) e Atualização em Saúde Mental (FIOCRUZ). Atualmente, é Professora da Universidade Estácio de Sá e Psicóloga Clínica. Possui também experiência como Psicóloga Escola/Educacional e em Saúde Mental. Atua na área de Psicologia Clínica, na abordagem psicanalítica. Em seu currículo Lattes os termos mais frequentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: Processos Afetivos, Processos de Subjetivação, Atitudes, Consumidor, Consumo, Subjetividade, Tempo livre, Morte, Corpo, Hipermodernidade, Lazer, Consumismo, Identidade e Psicologia. Membro do GT Ócio, Tempo e Trabalho da ANPEPP.

Iranilson Buriti de Oliveira Bolsista do CNPq – Nível 2. Doutor em História pela Universidade Federal de Pernambuco (2002) e Pós-Doutorado em História das Ciências e da Saúde na Casa de Oswaldo Cruz – Rio de Janeiro. Atualmente, é pesquisador do CNPq e membro do conselho editorial das Revista Mneme (1518-3394) e Revista de Humanidades da Universidade de Fortaleza.. É pesquisador em regime de dedicação exclusiva da Universidade Federal de Campina Grande. Integra o quadro de avaliadores institucionais e de curso do BASIs/INEP/MEC. Autor de livros didáticos na área de História. Tem experiência na área de História, com ênfase em História Cultural, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de história, história e saúde, educação, espaço, cultura e cidade, discurso. Desenvolve projeto na área de história e saberes médicos; educação e saberes médicos; educação e discurso protestante; identidades, cartografia escolar e discursos médicos, sanitarização e higienização.

Paulo Antonio Pereira Igreja Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (1990), Especialista em Urbanismo pela FAU/UFRJ (1992) e Mestre em Arquitetura pelo PROARQ/FAU/UFRJ (1998). Foi Secretário de Obras e de Urbanismo do Município de Alto Paraíso do Estado de Goiás (1993-1996). Tem experiência profissional na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Projetos de Arquitetura e Planejamento Urbano. Foi Professor da Universidade Federal Fluminense, Universidade Santa Úrsula, Universidade Cândido Mendes e do Centro Tecnológico em Design de Interiores do SENAC-RJ. Pesquisador e Assistente de Direção de documentários cinematográficos em Arquitetura, Urbanismo e Patrimônio Histórico. Cenógrafo em Teatro. Doutorando desde 2009 em Psicologia Social pelo Programa de Pós-Graduação Em Psicologia Social do Instituto de Psicologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Tem como Orientador o Professor Doutor Luiz Felipe Baêta Neves Flores e o Projeto de Tese: Da Contemplação à Imersão e Subjetividade: Estéticas dos Museus de Arte e Centros Culturais.

José Anderson Freire Sandes Graduado em Bacharel em Comunicação Social pelo Centro Universitário de Brasília (1979) e Mestre em Letras pela Universidade Federal do Ceará (2004). Atualmente é Professor de Comunicação Social/Jornalismo da Universidade Federal do Ceará – Campus Cariri. Tem experiência na área de Comunicação, atuando principalmente nos seguintes temas: jornalismo cultural, história, literatura e memória.

Rosely Cubo Pinto de Almeida Doutoranda/Pesquisadora pela UNIVERSIDAD DE DEUSTO na Espanha. Possui Mestrado em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (2008). Possui Pós-Graduações: Família na Abordagem Sistêmica pela UNIFOR (2000), Violência Doméstica contra Criança e Adolescente pela USP (1999), Psicodrama pela Ciclo de Mutação, Cibernética, Psicodrama e Psicoterapia (1998). Possui Graduações: Pedagogia pela Faculdade de Educação, Ciências e Letras Urubupungá (1987) e Serviço Social pela Universidade Estadual de Londrina (1982), É Diretora da RC – Resultados Corporativos LTDA. Apresenta ampla experiência na área Organizacional: Gestão de Pessoas e Treinamentos a equipes multiprofissionais de trabalho em empresas privadas e instituições públicas no Ceará. Atuando principalmente nos seguintes temas: Trabalho, Desenvolvimento de Equipes, Ócio, Tempo Livre, Terapêutica Psicodramática e Psicologia das Relações Humanas.

Henrique Pereira Rocha Doutorando em Ócio e Desenvolvimento Humano pela Universidade de Deusto, em Bilbao – Espanha. Graduado em Comunicação Social pela Universidade Federal do Ceará (1995), especialização em Gestão de Produtos e Serviços Culturais pela Universidade Estadual do Ceará (2002) e Mestre em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (2006). Atualmente é Coordenador do Curso de Jornalismo e professor de nível superior do Centro de Ensino Superior do Ceará - Faculdade Cearense. Tem experiência na área de Comunicação e Cultura, atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação, cultura popular, folclore, pesquisa científica, antropologia e valorização das culturas regionais. Foi Supervisor de Operações do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (1999/2002) e Gerente do Programa de Desenvolvimento Artístico e Cultural da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (2003/2005), período em que integrou o Comitê Intersetorial da Juventude do Governo do Estado do Ceará, representou a Secretaria da Cultura do Estado junto do Núcleo de Enfrentamento à Violência Contra Crianças e Adolescentes e exerceu a função de conselheiro no Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescentes-CEDCA. É Presidente da Comissão Cearense de Folclore e colaborador do Fórum Cearense de Cultura Popular Tradicional. É membro do Conselho Municipal de Política Cultural, da Secretaria de Cultura de Fortaleza, como representante da categoria de Cultura Tradicional Popular, e membro da Comissão Estadual de Incentivo à Cultura (CEIC), da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará.

Francisco Antonio Francileudo Doutorando em Psicologia pelo PPG-PSI – (UNIFOR). Mestre em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR). Pós-graduação em Neuropsicologia pela Faculdade Christus. Membro do Grupo de Pesquisa OTIUM / Estudos Multidisciplinares sobre Ócio e Tempo Livre e do Grupo de Pesquisa Sofrimento Psíquico: Sujeito, Sociedade e Cultura. Licenciatura em Ciências da Religião pela Universidade Estadual Vale do Acaraú. Bacharelado em Filosofia e Teologia pelo Instituto Teológico-Pastoral do Ceará. Formação em Sexualidade e suas múltiplas faces, pelo Hospital Monte Klinikum. Formação em Terapia Comunitária pelo Movimento Intergrado de Saúde Mental Comunitária MISMEC e Universidade Federal do Ceará. Atualmente é Professor Titular e Diretor Administrativo/Financeiro da Faculdade Católica de Fortaleza (FCF), onde leciona as disciplinas: Moral da Pessoa e da Sexualidade Humana, Bioética, Teologia e Psicologia Pastoral. Diretor/Presidente da Caritas Arquidiocesana de Fortaleza e Presidente da OSIB Regional Nordeste I, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Atua principalmente nos seguintes temas: Psicanálise, Família, Subjetividade, Contemporaneidade, Ócio, Lazer e Tempo Livre, Tempo Social, Cultura, Antropologia Filosófica e Psicologia Pastoral. Exerce o acompanhamento de grupos com palestras formativas sobre Autoestima, Ética, Relações Interpessoais e Diálogo. Possui função de Formador e Ecônomo do Seminário Arquidiocesano São José – Teologia.

José Júlio Martins Tôrres Doutorando em Psicologia pela Universidade de Fortaleza – UNIFOR. Membro do Laboratório de Estudos sobre Ócio, Trabalho e Tempo Livre (OTIUM), vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade de Fortaleza. Membro do Grupo de Pesquisa A Experiência de Ócio na Contemporaneidade. Mestre em Informática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Especialista em Educação Biocêntrica Universidade Vale do Acaraú em parceria com Centro de Desenvolvimento Humano e Instituto Paulo Freire de Estudos Psicossociais. Especialista em Computação pela Universidade Federal do Ceará. Graduado em Economia pela Universidade Federal do Ceará. Formação em Dinâmica Energética do Psiquismo – DEP. Professor adjunto da Universidade de Fortaleza UNIFOR (CCT Centro de Ciências Tecnológicas). Professor de Cursos de Pós-graduação (MBA e Especialização) da UFC, UECE, UVA e UNIFOR. Estudioso e pesquisador da Teoria da Complexidade (Caos, Fractais, Catástrofes e Lógica Fuzzy) aplicada às Organizações, à Estratégia, à Gestão, à Educação e ao Ócio.

Adriana Alencar Gomes Pinheiro Graduada em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (1995), graduação em Ciências Sociais pela Universidade Católica de Pernambuco (1991) e Mestre em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (2003). Especialista em Psicologia Aplicada – Psicodiagnóstico Infantil (1998) e Psicopedagogia (2002) pela Universidade Federal do Ceará. Título de Especialista em Psicologia Organizacional e do Trabalho (2002), Neuropsicologia (2008) pelo Conselho Federal de Psicologia. Atualmente Ouvidora, Coordenadora do Núcleo de Apoio Psicopedagógico e Professora da Faculdade de Tecnologia Intensiva – FATECI e, também, psicóloga da Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado do Ceará. Professora da Graduação e Pós-graduação da Universidade Estadual Vale do Acaraú – UVA. Experiência na Docência do Ensino Superior e na Área da Psicologia Clínica e Organizacional e do Trabalho.

Fabiana Neiva Veloso Brasileiro – Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Psicologia da UNIFOR. Pesquisadora do laboratório do Laboratório de Estudos sobre Ócio, Trabalho e Tempo Livre (OTIUM). Mestre em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (2005). Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal do Piauí (1999), Graduada em Psicologia pela Universidade de Fortaleza (2005), Especialista em Psicologia da Educação pela PUC-MG. Atuou como professora substituta da Universidade Estadual do Piauí e em escola particular na área de Psicologia educacional. Atualmente é professora da Universidade de Fortaleza, psicóloga clínica analítico-comportamental, supervisora clínica do Serviço de Psicologia Aplicada da UNIFOR.

Rose Mary Bezerra – Jornalista (Jornal Diário do Nordeste/Caderno Viva) e escritora. Comunicóloga (Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo e Faculdade de Comunicação Social da Universidade Federal do Ceará).

Pedro Martins Freire – Crítico de Cinema (Jornal Diário do Nordeste) e escritor. Filósofo (Universidade Estadual do Ceará), Coordenador do Cinema de Arte do Ceará.

Submissão de propostas

Deverão ser encaminhados para publicação artigos escritos em português ou espanhol conforme as regras abaixo.

Os autores devem submeter o seu trabalho com identificação dos autores, endereço físico e eletrônico e afiliações institucionais; em versão pdf.

Os artigos submetidos devem contemplar a temática do Seminário: Inquietações sobre os Ócios da Contemporaneidade.

Só serão aceitos artigos submetidos até o dia 31/10/2011, às 23 h 59 min.

Cada artigo deverá conter no mínimo 8 e máximo 12 páginas numeradas e em tamanho A4, incluindo tabelas e figuras.

O artigo deverá estar com espaçamento 1,5, justificado, e cada parágrafo deverá ter 1,0 cm de recuo à esquerda.

Endereço para envio: seminariodeocio@gmail.com Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Lieux

  • Av. Washington Soares, 1321 - Edson Queiroz
    Fortaleza, Brésil

Dates

  • lundi 31 octobre 2011

Contacts

  • OTIUM - Laboratório de estudos sobre ócio, trabalho e tempo livre ~
    courriel : otium [dot] laboratorio [at] gmail [dot] com

URLS de référence

Source de l'information

  • Marta Maia
    courriel : martamaia72 [at] yahoo [dot] fr

Pour citer cette annonce

« Diálogos sobre o tempo livre na contemporaneidade », Appel à contribution, Calenda, Publié le dimanche 23 octobre 2011, http://calenda.org/205756