AccueilEstado, território e desenvolvimento: contradições, desafios e perspectivas

*  *  *

Publié le lundi 19 mars 2012 par Marie Pellen

Résumé

Com o advento da reestruturação do capitalismo e com as reformas no papel do Estado, novos agentes e escalas de decisão e ação emergiram gerando não somente expectativas, mas, também, contradições e incertezas frente ao território e ao desenvolvimento socioespacial. Para o Brasil, este contexto se expressa externamente veiculado com a ideia não mais de uma nova potência econômica regional latinoamericana, mas como uma nova potência econômica e quiçá, política, em ambiente global, juntamente com a Rússia, Índia e China, formando os BRICs; e internamente, além do crescimento e da estabilidade econômica, a implementação de políticas sociais que vem retirando da linha de pobreza extrema grande parcela da população historicamente excluída dos resultados econômicos do capitalismo.

Annonce

Apresentação

Com o advento da reestruturação do capitalismo e com as reformas no papel do Estado, novos agentes e escalas de decisão e ação emergiram gerando não somente expectativas, mas, também, contradições e incertezas frente ao território e ao desenvolvimento socioespacial. Para o Brasil, este contexto se expressa externamente veiculado com a ideia não mais de uma nova potência econômica regional latinoamericana, mas como uma nova potência econômica e quiçá, política, em ambiente global, juntamente com a Rússia, Índia e China, formando os BRICs; e internamente, além do crescimento e da estabilidade econômica, a implementação de políticas sociais que vem retirando da linha de pobreza extrema grande parcela da população historicamente excluída dos resultados econômicos do capitalismo.

Mas este cenário de expectativas positivas traz consigo contradições internas e, por conseguinte, incertezas, para o desenvolvimento dos territórios, devido a alguns fatores, como: fragilidade e até mesmo ausência de cooperação federativa envolvendo a União, Estados e Municípios frente às decisões e às ações relacionadas ao meio ambiente, ao desenvolvimento local e regional, à segurança pública; fragilidade e até mesmo ausência de políticas voltadas ao planejamento e gestão das regiões metropolitanas; tendência de fragmentação do território brasileiro, nas escalas municipal e estadual, sobretudo nas áreas de fronteira agrícola do país; dificuldades de participação da sociedade nas decisões governamentais; e a seletividade espacial relacionada à implantação de infraestrutura para os grandes eventos nacionais, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro, ampliando com isso a distância social que separa as áreas residenciais ocupadas com populações de renda média e elevada, daquelas mais pobres, nas grandes cidades.

Estes fatores, atrelados a um excesso de flexibilidade institucional, sobretudo nas escalas estadual e local criam uma atmosfera propícia para decisões e ações de grandes grupos privados nacionais e estrangeiros – por exemplo, construtoras, incorporadoras, agroindústrias – que passam a agir livremente nas cidades e regiões ocupando o papel de planejamento e gestão que deveriam estar vinculados ao Estado e à sociedade organizada.

Nesse contexto o Grupo de Pesquisa: Estado, Território e Desenvolvimento, vinculado ao Programa de Pós-graduação e ao Departamento de Geografia da Universidade Federal da Bahia realizará no período de 04 a 06 de junho de 2012, o I Seminário Internacional “Estado, Território e Desenvolvimento: contradições, desafios e perspectivas”, com o objetivo geral de discutir e analisar as transformações territoriais contemporâneas enfatizando as contradições, os desafios e as perspectivas futuras, a fim de elaborar propostas de ação visando um desenvolvimento social e territorial com mais inclusão e justiça social.

EIXOS TEMÁTICOS

  1. Estado e ordenamento do território no contexto da globalização
  2. Estado, geopolítica e o significado da fronteira
  3. O Estado e as transformações socioterritoriais em áreas de fronteira
  4. Geopolítica, meio ambiente e desenvolvimento no contexto do neoliberalismo
  5. Políticas Públicas, movimentos sociais e desenvolvimento
  6. Transformações e conflitos territoriais no campo e na cidade
  7. Descentralização, Região Metropolitana e gestão do território: impasses e perspectivas
  8. Desigualdades socioterritoriais e desenvolvimento contemporâneo
  9. Descentralização, federalismo e dinâmicas locais e regionais
  10. Descentralização, federalismo e gestão ambiental
  11. Estado, fragmentação do território e desenvolvimento: a criação de novos estados no Brasil
  12. Estado, fragmentação do território e desenvolvimento: a criação de novos municípios no Brasil.

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS

  1. Somente será aceita a inscrição de 1 (um) trabalho científico por autor;

  2. A estrutura do trabalho deverá conter as seguintes partes:
    1) título;
    2) nome e informação do autor(es);
    3) resumo- para os autores de língua portuguesa, abstract (inglês) ou resumen (espanhol) para os outros idiomas;
    4) introdução – objetivos, metodologia, resultados alcançados;
    5) desenvolvimento;
    6) conclusões;
    7) referências; e
    8) notas, quando for o caso. As notas devem ser colocadas no final do texto e antes das referências da folha, onde foram indicadas.

  3. Com o objetivo de ampliar a contribuição científica e os debates durante o evento, é sugerido que os trabalhos enviados para submissão expressem resultados de pesquisa e/ou experiências profissionais;

  4. O título do trabalho deverá ser escrito em negrito, maiúsculo e centralizado;

  5. Os subtítulos também deverão ser escritos em negrito, iniciando a palavra com letra maiúscula e seguindo com letra minúscula e alinhado à esquerda;

  6. Numa linha após o título deve ser escrito os nomes dos autores do trabalho, com no máximo 3(três) autores. Na linha após a identificação dos autores deve ser apresentada a titulação máxima, a instituição a qual estão vinculados e o e-mail para contatos;

  7. O resumo deve ser escrito em espaço simples, com parágrafo único, em word, fonte arial, tamanho 12, com no máximo 250 palavras. o resumo deve ser colocado 2 linhas abaixo da identificação dos autores. O resumo deve ser escrito na língua vernácula e em outra língua definida pelo evento(português, inglês ou espanhol), bem como as palavras-chave;

  8. Logo após o resumo devem ser escritas 3 palavras-chave que representem o conteúdo do trabalho;

  9. O trabalho deverá ter entre 15 e 20 folhas (incluindo resumo e referências), ser escrito no Word, página tamanho A4 (29,7 cm x 21 cm), fonte arial 12, espaço 1,5, margens direita e esquerda 3,0 cm, margens superior e inferior 2,0 cm, com texto justificado e com recuo para parágrafos de 1,5;

  10. Se for utilizar citações diretas no texto, estas deverão atender as normas da ABNT: até 3 linhas, escrever no corpo do parágrafo e entre aspas; mais de três linhas o parágrafo deve ser destacado com recuo de 4 cm da margem esquerda, espaço simples,tamanho 10 e arial;
  11. As ilustrações somente serão aceitas em preto e branco, e o tamanho máximo do arquivo não pode exceder 10mb;


  12. Somente será admitido textos em língua portuguesa, espanhola ou inglesa. A revisão da redação e do conteúdo do trabalho submetido é de inteira responsabilidade dos autores;

  13. O trabalho deverá obedecer às mais recentes normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT);

  14. No ato da submissão do trabalho os autores deverão indicar o Eixo Temático que contemple o conteúdo do trabalho a ser submetido.

Comissão Científica

  • Prof. Dr. Alcides dos Santos Caldas - Universidade Federal da Bahia (UFBA)/BR
  • Prof. Dr. André Roberto Martin – Universidade de São Paulo(USP)/BR
  • Prof. Dr. Antonio Angelo Martins Fonseca – Universidade Federal da Bahia(UFBA)/BR
  • Prof. Dr. Cristovão Cássio da Trindade Brito – Universidade Federal da Bahia(UFBA)/BR
  • Profa. Dra. Débora Barbosa da Silva – Universidade Federal de Sergipe (UFS)/BR
  • Profa. Dra. Delfina Trinca Fighera - Universidade de los Andes (ULA)/VE
  • Profa. Dra. Ednice de Oliveira Fontes - Universidade Estadual de Santa Cruz(UESC)/BR
  • Prof. Dr. Gustavo Montanez Gomez - Universidade Nacional da Colômbia (UN)/CO
  • Profa. Dra. Iná Elias de Castro - Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)/BR
  • Prof. Dr. José Américo Roberto Chiarella Quinhões - Pontifícia Universidade Católica do Peru (PUCP)/PE
  • Prof. Dr. José Julião da Silva - Universidade Pedagógica de Maputo/Moçambique(UP)/MZ
  • Profa. Dra. Leila Christina Duarte Dias - Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)/BR
  • Prof. Dr. Lúcio José Sobral da Cunha - Universidade de Coimbra/Portugal(UC)/PT
  • Prof. Dr. Márcio Cataia - Universidade de Campinas (UNICAMP)/BR
  • Profa. Dra. Maria Auxiliadora da Silva – Universidade Federal da Bahia(UFBA)/BR
  • Prof. Dr. Miguel Cerqueira dos Santos - Universidade do Estado da Bahia (UNEB)/BR
  • Profa. Dra. Noeli Pertile - Universidade Federal da Bahia (UFBA)/BR
  • Prof. Dr. Onildo Araujo da Silva - Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)/BR
  • Prof. Dr. Pablo Ciccolella - Universidade de Buenos Aires/Argentina (UBA)/AR
  • Prof. Dr. Renato Leone Miranda Léda - Universidade do Sudoeste da Bahia (UESB)/BR
  • Prof. Dr. Ricardo José Batista Nogueira - Universidade Federal do Amazonas (UFAM)/BR
  • Prof. Dr. Rogério Haesbaert Costa - Universidade Federal Fluminense (UFF)/BR
  • Prof. Dr. Rubén C. Lois González - Universidade de Santiago de Compostela/Espanha(USC)/ES
  • Prof. Dr. Rui Jacinto – Universidade de Coimbra/Portugal (UC)/PT
  • Prof. Dr. Valentin Cabero Diéguez - Universidad de Salamanca/Espanha (USAL)/ES

Comissão Organizadora

  • Prof. Dr. Alcides dos Santos Caldas- Universidade Federal da Bahia(UFBA)/BR
  • Prof. Dr. Antonio Angelo Martins da Fonseca -- Universidade Federal da Bahia(UFBA)/BR
  • Prof. Dr. Cristóvão de Cássio da Trindade de Brito -- Universidade Federal da Bahia(UFBA)/BR

Lieux

  • Universidade Federal da Bahia
    Salvador, Brésil

Dates

  • lundi 30 avril 2012

Contacts

  • Grupo de Pesquisa Estado, Território e Desenvolvimento ~
    courriel : seted2012 [at] gmail [dot] com

Source de l'information

  • Marta Maia
    courriel : martamaia72 [at] yahoo [dot] fr

Pour citer cette annonce

« Estado, território e desenvolvimento: contradições, desafios e perspectivas », Appel à contribution, Calenda, Publié le lundi 19 mars 2012, http://calenda.org/207813