AccueilFiguras do herói

*  *  *

Publié le lundi 23 avril 2012 par Marie Pellen

Résumé

Desde tempos imemoriais, os grupos humanos tem criado heróis para neles projetarem os seus ideais e valores, fundamentar a sua existência e problematizar a sua estrutura ética. Desde o semi-deus antigo ao herói urbano pós-moderno, as configurações histórico-culturais da figura heróica apresentam-se múltiplas e variadas. Há heróis e heroínas míticos, trágicos, cómicos, épicos, romanescos, picarescos, clássicos, tradicionais, modernos, contemporâneos, anti-heróis, super-heróis. O herói tem mil caras.

Annonce

Apresentação

Desde tempos imemoriais, os grupos humanos tem criado heróis para neles projetarem os seus ideais e valores, fundamentar a sua existência e problematizar a sua estrutura ética. Desde o semi-deus antigo ao herói urbano pós-moderno, as configurações histórico-culturais da figura heróica apresentam-se múltiplas e variadas. Há heróis e heroínas míticos, trágicos, cómicos, épicos, romanescos, picarescos, clássicos, tradicionais, modernos, contemporâneos, anti-heróis, super-heróis. O herói tem mil caras.

Esta diversidade não impediu porém o reconhecimento de uma estrutura ou morfologia invariante - o monomito, o arquétipo ou o mitologema heróico -, determinada em grande parte pela função do herói nos mitos: fundador e transgressor, ele ou ela instaura a ordem humana pela rutura com a ordem divina. O herói mítico, que se situa para lá da lei e da ordem que fundou, constitui a referência e a medida das tipologias heróicas e assim todo o herói preserva algo deste modelo: mediador entre ordem e contra-ordem, caracteriza-se por uma atitude de denegação em relação à lei e ao poder (age ao seu serviço mas simultaneamente excede-os).

Desta denegação derivam o seu hibridismo e liminaridade, as suas deslocações entre dois mundos (o dos vivos e o dos mortos, o do sonho e o da realidade, o dos civilizados e o dos selvagens). O herói é essencialmente aquele ou aquela que se expõe ao que advém (advenire, a(d)ventura), que está disponível para o encontro (ou encontrão) com a alteridade radical, a procura de uma dimensão perdida, material e/ou imaterial, a mutação da identidade e/ou a transformação do mundo.

Dissidente, desertor, mestiço, pirata, missionário, repórter, viajante, sedutor, detetive, explorador, arqueólogo, justiceiro – estas e outras figuras heróicas encontram-se, no masculino e no feminino, em mitos, contos, romances, teatro, cinema, banda desenhada, vídeo-jogos. Neste colóquio, queremos analisar e discutir estas e outras figuras em textos e suportes vários, através de diferentes abordagens (inter)disciplinares (narratologia, estudos sobre o imaginário, estudos culturais, psicanálise, estudos intermediais, neo-comparatismos, etc).

Temas das comunicações

As comunicações vão cruzar temas da literatura, do cinema e da banda desenhada, tratando ou combinando os seguintes tópicos: o herói e a lei; o anti-herói; morfologias da aventura; herói e família; heróis e máscaras; heróis digitais; heróis e paródia.

Comissão organizadora

  • Cristina Álvares, Ana Lúcia Curado e Sérgio Guimarães de Sousa, professores do ILCH
  • Marta Gomes e Henrique Cachetas, mestrandos em Mediação Cultural e Literária na UMinho

Programa

26 de abril de 2012

Auditório do ILCH, campus de Gualtar, Braga

9h - Receção e registo dos participantes / Réception et enregistrement des participants

9h15 Sessão de abertura / Session d'ouverture

  • Rui Vieira Castro – Vice -reitor Investigação e Ensino
  • Eduarda Keating – Presidente do ILCH

Ana Gabriela Macedo – Directora do CEHUM

9h 30 -10 h15 Conferência inaugural

Prof. Nuno Simões Rodrigues ( FLUL) Poppaea Serpens. Construções cinematográficas da anti-heroína da Antiguidade

10 h15 -11 h25 Heróis problemáticos desde a Antiguidade até ao século XVII 25 / Héros problématiques depuis l'Antiquité jusqu'au XVII siècle

Moderadora: Ana Lúcia Curado

  • Madalena Brito (CECCEC -FLUL), A toga: a glória do homem das letras.
  • Jérémy Engler (Université de Lyon  Le personnage de Lancelot dans Le Chevalier de la charrette de Chrétien de Troyes, héros et/ou anti-héros ?
  • Blaise Ossene (Académie de Dijon), Les figures du héros dans le Cid de Corneille: Un défi à l’art rt poétique de Boileau.

Pausa -café / Pause -café

12h - 13h10 Danação e redenção / Damnation et rédemption

Moderador: Sérgio Sousa

  • Cristina Abranches (CEC-FLUL), Aríon e o golfinho. Reflexões sobre a construção de uma lenda. 
  • Mélanie Sag (Université de Picardie Picardie Jules Verne), La galerie de héros l’évêque romancier Jean -Pierre Camus: transgressions, ambiguïtés et exemplarité des héros romanesques de la Contre-Réforme.
  • Manuel Curado (Universidade do Minho), Os Lusitanos como Heróis  Judaicos na Londres do Século XVIII

Almoço

15h- 16h30 Reconfigurações da História e de histórias / Reconfigurations de l'Histoire et d'histoires

 Moderadora: Cristina Álvares

  • Pedro Moura (CEC-FLUL), “O espaço vazio”. A saga Finder, de Carla Speed McNeil, e a problematização cultural da identidade do herói
  •  Marie Manuelle Silva (CEHUM), Héros au service de la nation dans la bande dessinée francophone
  • Maria da Conceição Pereira (CLEPUL), Barão Wrangel: herói de BD
  • Jaime Costa (Universidade do Minho) Falling Man: History and Re-creations of the Self

Pausa-café  Pause-café

17h-18h30 Heroínas, anti-heroínas / Héroines, anti-héroines

Moderador: Jaime Costa

  • Samia Selmani (Université de Perpignan), Entre subversion et érosion de l’héroïne francophone contemporaine : Une anti-héroïne
  • Maria Eugénia Pereira (Universidade de Aveiro), Dores dos Santos, Salomé ou a exaltação do milagre
  • Claire Picod (Université de Perpignan), Belle de Jour : bourgeoise ou prostituée, le double visage de Janus (Luis Buñuel)
  • Filomena Louro (Universidade do Minho), A  mulher como “outro” monstruoso e demonizado: Grendel’s Ma nas diferentes adaptações de  Beowulf ao cinema.

18h30 | Momento musical por "Os2Violinos"

27 de Abril

Auditório / Auditorium

9h30-11h Éticas heróicas / Éthiques héroiques

Moderadora: Maria do Carmo Mendes

  • Isabelle Billoo (Université d'Artois), Les héros de l'infortune
  • Elisabete Silva (Universidade do Minho), O (anti-)herói libertino: em torno das personagens de Sade e de Crébillon
  • Paula Guimarães (Universidade do Minho), “The Victorian Anti-hero/heroine in Thackeray’s The Luck of Barry Lyndon (1844) and Vanity Fair: A Novel without a Hero (1848): (Mis)Adapting the English Picaresque to the Cinema
  • Catarina Oliveira (CEC-FLUL), A hora e vez de Augusto Matraga: uma abordagem ética

 Pausa-café / Pause-café

11h15-12h25 | Danação e redenção II / Damnation et rédemption II

 Moderadora: Manuel Curado

  • Elisa Nunes Esteves (Universidade de Évora), Figuras heróicas no Horto do Esposo
  • Anna Corral Fullà (Universitat Autònoma de Barcelona), “Bérenger” o el antihéroe como salvación en  “Rhinocéros” de Eugène Ionesco
  • Benjamin Flores, Damnation et rédemption de la figure du héros dans le cinéma néoclassique hollywoodien

Almoço   Déjeuner

14h30-16h Sessões paralelas / Sessions simultanées

Auditorio /Auditorium

Reconfigurações de mitos e modelos I / Reconfigurations de mythes et de modèles I

Moderador : Emanuel Duccrochi

  • Leonor Martins Coelho (Universidade da Madeira), Le Sas des Parvenus de Gérard Aké Loba: distopia, desconstrução e paródia
  • Ana Lúcia Brandão (Universidade de São Paulo), Verso e reverso do herói na contemporaneidade
  • André Antunes (Universidade do Minho), Aquiles e Pátroclo entre Riobaldo e Diadorim. A fusão dos códigos de amor com os códigos de guerra em Grande Sertão: Veredas

Sala de vídeo / Salle de video

Danação e redenção III / Damnation et rédemption III

Moderadora: Paula Guimarães

  • Ricardo R. Filho (Universidade de São Paulo), Alexandre: herói “graciliânico”
  • Natália Guilhermina Alves (Universidade de Aveiro), Sous la peau de l’homme de papier, un être humain : le (anti)-héros dhôtelien

Pausa-café / Pause-café

16h30-18h Sessões paralelas / Sessions simultanées

Auditorio /Auditorium

Reconfigurações de mitos e modelos I / Reconfigurations de mythes et de modèles I

Moderador: Sérgio Sousa

  • Paola Poma (Universidade de São Paulo), Mariana Alcoforado: anti-heroína ou não?
  • João Peixe (Universidade do Minho), Percy Jackson: um herói mitológico no século XXI
  • Maria Zilda Cunha (Universidade de São Paulo) e Maria A. Fontana (Universidade de Anhanguera), Reconfigurações do herói na produção cultural para crianças e jovens
  • Ana C. Nelas (Universidade do Minho), Hércules: de zero a herói

Sala de vídeo / Salle de video

Heróis (e) marginais / Héros (et) marginaux

Moderadora: David Neto

  • Adenize Franco (Universidade de São Paulo), (Des)mascarados: os heróis detectives dos romances de Francisco José Viegas
  • Pierre-Michel Pranville (Université de Paris III), Entre héros du roman à énigme et antihéros du roman noir,  trois détectives du roman policier portugais contemporain
  • Jason Savard (CRILCQ, Université Laval), Le 'interested reporter'. Au fond du guetto noir américain.

Henrique Cachetas (Universidade do Minho), Corto Maltese em busca de um tesouro imaterial

28 de abril

Auditório / Auditorium

9h30- 10h40 | Éticas. Heróis trágicos  /  Éthiques. Héros tragiques

Moderador: Alberto Filipe Araujo

  • Sara Bédard-Goulet (Université de Toulouse II et Université de Montréal), Marcel, nouveau héros tragique dans Un objet de beauté de Michel Tremblay
  • Filipe Ressurreição (CEC-FLUL), O Herói, o Incesto e a Culpa em O Olho de Vidro de Camilo Castelo Branco e em Os Maias de Eça de Queirós
  • Maria da Conceição C.Ferreira (Université de Lyon II), Le héros indomptable: Diadorim ou le mythe d’Antigone revisité

 Pausa-café / Pause-café

11h-12h10 Sessões paralelas / Sessions simultanées

Auditório / Auditorium

Figuras heróicas e figuras paternas / Figures héroiques et figures paternelles

Moderador: Sérgio Sousa

  • Ana Luísa Vilela (Universidade de Évora), Afonso da Maia e a paternidade simbólica
  • Maria do Carmo Mendes (Universidade do Minho), Caligrafia dos sentidos: heróis (anti-) donjuanescos de Agustina Bessa Luís
  • Judite M.Z. Cruz (Universidade do Minho), Pedagogia terapêutica de mitos familiares desfeitos: Do órfão ao mau pai do delinquente institucionalizado

Sala de vídeo / Salle de video

Heróis e máscaras / Héros et masques

Moderadora: Ana Lúcia Curado

  • Sylvain Rimbault (Université de Paris I), Masques de super héros: technologie et affichage de l'identité
  • Isabel C. de Almeida (Université de Paris I), Z-héros, Un héros à identités multiples

12h15-12h50 Conferência de encerramento / Conférence de clôture

Moderadora: Cristina Álvares

  • Prof. Alberto Filipe Araújo (Universidade do Minho), Pinóquio: um herói sob o signo do Puer Aeternus

Comissão organizadora

ILCH - Universidade do Minho

  • Professora Cristina Álvares (Departamento de Estudos Românicos, Universidade do Minho)
  • Professora Ana Lúcia Curado (Departamento de Estudos Portugueses e Lusófonos, Universidade do Minho)
  • Professor Sérgio Guimarães de Sousa (Departamento de Estudos Portugueses e Lusófonos, Universidade do Minho)
Mestrandos em Mediação Cultural e Literária na Universidade do Minho
  • Marta Gomes Licenciada em Estudos Portugueses e Lusófonos pela Universidade do Minho
  • Henrique Cachetas Licenciado em Astronomia pela Universidade do Porto

Lieux

  • Campus de Gualtar (Universidade do Minho)
    Bragança Paulista, Brésil

Dates

  • jeudi 26 avril 2012
  • vendredi 27 avril 2012
  • samedi 28 avril 2012

Contacts

  • Figuras do herói
    courriel : figurasdoheroi [at] gmail [dot] com

URLS de référence

Source de l'information

  • Marta Maia
    courriel : martamaia72 [at] yahoo [dot] fr

Pour citer cette annonce

« Figuras do herói », Colloque, Calenda, Publié le lundi 23 avril 2012, http://calenda.org/208311