AccueilMetodologias participativas visuais

Metodologias participativas visuais

Experiências para o desenvolvimento de competências sociais entre crianças e jovens

*  *  *

Publié le lundi 18 juin 2012 par Marie Pellen

Résumé

Este seminário internacional pretende debater que papel que as metodologias visuais participativas (fotografia, vídeo e outros) podem vir a assumir em contextos de investigação e de desenvolvimento comunitário com crianças e jovens. ​Esta é uma iniciativa que decorre do Projeto Olhares em Foco, uma parceria entre o Centro de Investigação Media e Jornalismo (CIMJ-FCSH/UNL) e o Centro de Estudos das Migrações e Relações Interculturais (CEMRI-UAb). ​À organização deste evento associa-se uma parceria internacional, representada pelo Grupo de Pesquisas Visuais e Urbanas (VISURB), da Unifesp, que tem vindo a desenvolver no Brasil trabalhos de investigação neste terreno.

Annonce

Apresentação

Este seminário internacional pretende debater que papel que as metodologias visuais participativas (fotografia, vídeo e outros) podem vir a assumir em contextos de investigação e de desenvolvimento comunitário com crianças e jovens.

​Esta é uma iniciativa que decorre do Projeto Olhares em Foco, uma parceria entre o Centro de Investigação Media e Jornalismo (CIMJ-FCSH/UNL) e o Centro de Estudos das Migrações e Relações Interculturais (CEMRI-UAb).

​À organização deste evento associa-se uma parceria internacional, representada pelo Grupo de Pesquisas Visuais e Urbanas (VISURB), da Unifesp, que tem vindo a desenvolver no Brasil trabalhos de investigação neste terreno.

As metodologias visuais participativas visam, genericamente, oferecer àqueles que geralmente são alvo das investigações académicas e científicas uma série de ferramentas e competências para se expressarem visualmente, seja por vídeo, fotografia, pintura, desenho, graffiti.

​Tais práticas têm servido, igualmente, como base metodológica para ações de intervenção social e desenvolvimento de competências em determinadas comunidades Neste contexto a imagem adquire um papel extremamente significativo enquanto veículo de comunicação e de valorização de outros olhares.

​As narrativas visuais construídas neste âmbito são mecanismos de auto-representação e de manifestação de uma forma particular de entender o mundo em redor, contribuindo para a promoção de autonomia, da participação e garantia de direitos de expressão individual e coletiva.

Temos como objetivos principais deste encontro, em primeiro lugar, solidificar e expandir esta rede de investigação; em segundo lugar, disseminar resultados dos projetos em curso e, por último, projetar iniciativas e pesquisas futuras.

​A proposta que fazemos aos participantes é a de debater uma série de questões relativas à aplicação das metodologias visuais participativas, como sejam:

​a) Práticas metodológicas e instrumentos de investigação;
b) Tecnologias visuais no contexto da pesquisa científica em ciências sociais;
c) Questões éticas e epistemológicas do uso da imagem;
d) Narrativas e representações visuais como estratégias de empowerment;
e) Experiências científicas, de intervenção social e de desenvolvimento comunitário aplicadas em diferentes contextos sociais e culturais.

Programa

27 de julho

Sala Multiusos 2, Piso 4, Avenida de Berna, 26-C, Lisboa

9:30h – 9:45h - Abertura

Representante do CIMJ/FCSH, Portugal, Representante do CEMRI/UAb, Portugal e Andréa Barbosa (VISURB/UNIFESP, Brasil)

09:45h - 10:15h
Andréa Barbosa (VISURB/UNIFESP, Brasil)

Pimentas nos olhos: a fotografia no cruzamento entre biografias e história coletiva

10:15h  – 10:45h
Daniel Meirinho (CIMJ/UNL, Portugal) e Lídia Marôpo (CIMJ/UNL, Portugal) 

A fotografia participativa como ferramenta metodológica para o engajamento social de jovens: o caso Olhares em Foco

10:45h – 11:15h
Paula Gonzales Granados (Universitat Rovira I Virgili, Tarragona)

Hacia una investigación colaborativa y comprometida. Experiencias en talleres de fotografía participativa con niños y adolescentes

11:15h – 11:35h
Debate

12:40h – 14h

Almoço

14h - 14:30h
Edgar Teodoro da Cunha (UNESP/ USP, Brasil)

Narrativas e visualidades em duas experiências de apropriação do vídeo

14:30h – 15:00h
João Kulcsar (SENAC-SP, Brasil)

A fotografia como mediação da alfabetização visual na formação de educadores

15:00h  – 15:30h
Ricardo Campos (CEMRI/UAb, Portugal)

Jovens, media e participação digital: um olhar a partir da Antropologia Visual

15:30h – 15:50h

Debate

15:50h – 16:10h

Intervalo

16:10h – 16:40h
Fabiene Gama (EHESS/UFRJ, Brasil)

Agências fotográficas nas margens: propostas e metodologias para uma participação política através das imagens

16:40h – 17:10h
Sandra C. S. Marques (CRIA-IUL, Portugal)

Metodologias Visuais Participativas – instrumentos de investigação antropológica em West Bengal, Índia

17:10h - 18:30h

Debate

28 de julho

10h – 13h

Reunião dos investigadores para formulação de uma Rede Internacional de Investigadores em Metodologias Visuais Participativas

Lieux

  • Av. de Berna, 26-C (FCSH-UNL)
    Lisbonne, Portugal

Dates

  • vendredi 27 juillet 2012
  • samedi 28 juillet 2012

Contacts

  • Metodologias participativas visuais
    courriel : metodologiasvisuais [at] gmail [dot] com

URLS de référence

Source de l'information

  • Marta Maia
    courriel : martamaia72 [at] yahoo [dot] fr

Pour citer cette annonce

« Metodologias participativas visuais », Journée d'étude, Calenda, Publié le lundi 18 juin 2012, http://calenda.org/209031