AccueilJardins-jardineiros-jardinagem

*  *  *

Publié le jeudi 04 avril 2013 par Marie Pellen

Résumé

Pretende-se com esta chamada convidar à apresentação de trabalhos, no quadro da investigação a nível nacional, que possam contribuir, numa perspetiva pluridisciplinar, para a problematização e discussão da temática escolhida, tendo em conta as múltiplas camadas de sentido que a experiência e a atividade criadora dos jardins acumulam. O Colóquio Jardins-jardineiros-jardinagem visa servir de encontro entre criadores, investigadores e públicos (académicos e não-académicos), numa tentativa de contribuir para o conhecimento do estado da arte, relativo a esta área de interesse, preferencialmente em Portugal.

Annonce

Apresentação

« Construire à distance, alors, cette petite forme, ce petit lieu – topiano – qu’est le jardin permet l’espace de la jouissance – l’otium, le loisir, la liberté. La construction idéale de la sagesse – le repli hors du monde – a comme répondant matériel l’installation du jardin riant. Les deux versants, sagesse et lieu propre à exercer cette sagesse, sont liés »
(Anne Cauquelin, L’Invention du Paysage)

Desde o fazer à contemplação, desde a paisagem-jardim de Capability Brown à tradição japonesa Zen, são múltiplas as formas e as ligações que nos jardins se ensaiam. Há jardins na frente e nas traseiras das casas, jardins públicos e privados, nuns casos e noutros, realidades físicas mas também ideais que se propiciam à atividade criativa. Os jardins podem num certo sentido ser reconhecidos como “obras de arte”. Muitos jardineiros (garden designers) foram pintores, tais com Monet e Jekyll. Sobre os jardins dizia este último: “planting ground is painting a landscape painting” (Jekyll). Admite-se, nomeadamente, que o prazer da contemplação dos jardins poderá derivar da sua associação à pintura paisagista. Em comparação com uma obra de arte, porém, um jardim não é permanente: muda com o tempo e nunca está completo. O que não quer dizer que a experiência do jardim e a experiência da arte não se aproximem entre si. Necessariamente associado à natureza, o jardim inscreve-se na arte da paisagem, na medida em que natureza e arte se intertexturam.
Podemos dizer que alguns jardins “imitam” a natureza, assim como outros perseguem uma versão da natureza melhorada, domesticada, transformada. David Cooper dirá que o jardim não é nem arte nem natureza: é arte-e-natureza. Tanto mais que a sua finalidade não se esgota em constituir-se como objeto de contemplação estética. Os jardins não são apenas vistos mas percorridos, estimulando a experiência da visão, mas também a experiência do táctil. Diz o autor: “The viewer is in and surrounded by the natural landscape being admired; is typically moving through it, and hence is active, the landscape is not framed for the viewer, and nor are there privileged viewpoints from which to regard it” (Cooper). E mais ainda, os jardins desatam a nossa imersão numa realidade matérica que abraçamos em múltiplos sentidos. Ao jardim associamos as mãos na terra, os cheiros, os bichos, o chilrear dos pássaros, o sol. Não esquecendo que aos jardins poderá corresponder uma certa “atmosfera”, um sentimento melancólico que alguns jardins induzem, propício à meditação, ao pensamento livre de cada um sobre si, na dispensa de obrigações morais, profissionais ou outras.
Importa aqui reter o jardim como lugar vivido, isto é, como espetáculo estético, mas sobretudo como teatro de práticas que contemplam desde o design, o cultivo e cuidado do jardim aos muitos fazeres possíveis no jardim. No quadro do presente Colóquio, é a atividade criadora que se procurará relevar, nos seus diferentes níveis de expressão, a forma como se comunica, mesmo que inadvertidamente, uma intenção, uma visão sobre o nosso lugar na relação com a natureza.

Chamada de comunicações

Pretende-se com esta chamada convidar à apresentação de trabalhos, no quadro da investigação a nível nacional, que possam contribuir, numa perspetiva pluridisciplinar, para a problematização e discussão da temática escolhida, tendo em conta as múltiplas camadas de sentido que a experiência e a atividade criadora dos jardins acumulam. O Colóquio Jardins-jardineiros-jardinagem visa servir de encontro entre criadores, investigadores e públicos (académicos e não-académicos), numa tentativa de contribuir para o conhecimento do estado da arte, relativo a esta área de interesse, preferencialmente em Portugal.

Local do colóquio: Museu Nogueira da Silva, Braga

Datas: 16-18 de maio de 2013

Propostas de comunicação

300 palavras (no máximo), acompanhadas de uma pequena nota biográfica, devem ser enviadas até 6 de abril de 2013 para: jardinsjj2013@gmail.com
As comunicações não ultrapassam os 20 minutos; a língua de trabalho é o português.

Está prevista a possibilidade de publicação dos textos do Colóquio, em termos e tipo de publicação ainda a definir.
As propostas de comunicação não aceites para efeitos de apresentação (admitindo-se no limite 20 propostas com comunicação), desde que enquadradas na temática e reconhecidas com qualidade e interesse por parte da Comissão Científica, poderão vir a ser consideradas para inclusão na referida publicação.

Os resultados da avaliação dos resumos serão comunicados aos autores até ao dia 20 de abril de 2013.

Comissão científica

  • Helena Pires | Ciências da Comunicação ICS-UM  
  • Teresa Mora | Sociologia ICS-UM |  
  • Ana Francisca de Azevedo | Geografia ICS-UM
  • Miguel Bandeira | Geografia ICS-UM

Organização

  • Projeto Paisagens, Cultura e Artes da Contemporaneidade
  • CECS/CICS – ICS – UM
  • Museu Nogueira da Silva
Contactos

Museu Nogueira da Silva
Av. Central 61
4710-228 Braga – Portugal
Centro de Estudos em Comunicação e Sociedade CECS
Centro de Investigação em Ciências Sociais CICS
Instituto Ciências Sociais ICS
Universidade do Minho UM
Campus de Gualtar, 4710-057 Braga – Portugal
E-mails: cecs@ics.uminho.pt | cics@ics.uminho.pt

Catégories

Lieux

  • Av. Central, 61
    Braga, Portugal (4710-228)

Dates

  • samedi 06 avril 2013

Contacts

  • Jardins-jardineiros-jardinagem
    courriel : jardinsjj2013 [at] gmail [dot] com

Source de l'information

  • Marta Maia
    courriel : martamaia72 [at] yahoo [dot] fr

Pour citer cette annonce

« Jardins-jardineiros-jardinagem », Appel à contribution, Calenda, Publié le jeudi 04 avril 2013, http://calenda.org/244542