AccueilPolíticas de sexualidade, homo-lesbo-transfobias e heterossexismo em cenários globais e locais

*  *  *

Publié le jeudi 19 décembre 2013 par Marie Pellen

Résumé

Simpósio temático durante o Congresso da Associação Brasileira de Estudos da Homocultura que busca reunir pesquisadoras e pesquisadores que tragam contribuições relevantes ao campo interdisciplinar dos Estudos Lésbicos e Gays e de Teoria Queer e às metodologias de pesquisa e análise e cujos resultados das investigações tenham eficácia na transformação da sociedade e na melhoria da qualidade de vida dos grupos estudados. Serão aceitos trabalhos cujas análises sejam as políticas de Estado e/ou as políticas de movimentos sociais, assim como estudos comparativos nas diversas áreas disciplinares.

Annonce

ST 27. POLÍTICAS DE SEXUALIDADE, HOMO-LESBO-TRANSFOBIAS E HETEROSEXISMO EM CENÁRIOS GLOBAIS E LOCAIS

Prof. Dr. Felipe Bruno Martins Fernandes (UFSC) complex.lipe@gmail.com

Prof. Dr. Osvaldo F. Ribas Lobos Fernandez (UNEB) ribas.lobos@gmail.com

Questões de gênero e sexualidade têm dominado situações políticas nacionais e internacionais. Países como o Brasil, os Estados Unidos e a França tiveram a cena pública estruturada em torno de embates sobre o aborto e o casamento entre homossexuais, ou seja, embates na arena dos direitos reprodutivos e direitos sexuais. Em outros países, como Argentina, Uruguai, Espanha e Portugal constata-se o avanço, em uma ou outra área e beneficiando um ou outro grupo, de legislação que amplia direitos de homossexuais e pessoas trans. A centralidade dos valores relacionados ao gênero e à sexualidade, quando analisamos o campo político, define diferentes posições de sujeito e lugares de cidadania nos estado-nação. Essas posições diferenciais ao mesmo tempo em que produzem múltiplos discursos no seio das sociedades, conservadores e progressistas, ampliam o reconhecimento e/ou a negação de direitos para mulheres, homossexuais e pessoas trans. Nos anos 2000, vimos o crescimento das pesquisas em Ciências Humanas, Sociais e Artes sobre políticas públicas de gênero e sexualidades, ligadas às diferentes áreas de governança como Educação, Saúde, Direitos Humanos, Segurança Pública e até mesmo Cultura, Esportes e Literatura Comparada. Esse aumento revela esses objetos como interesse da academia e dos movimentos sociais com impacto direto no desenho e execução e na demanda por políticas políticas. Esse Grupo de Trabalho pretende reunir pesquisadoras e pesquisadores que tragam contribuições relevantes ao campo interdisciplinar dos Estudos Lésbicos e Gays e de Teoria Queer e às metodologias de pesquisa e análise e cujos resultados das investigações tenham eficácia na transformação da sociedade e na melhoria da qualidade de vida dos grupos estudados. Serão aceitos trabalhos cujas análises sejam as políticas de Estado e/ou as políticas de movimentos sociais, assim como estudos comparativos nas diversas áreas disciplinares.

Comunicação oral (Pós-Graduandos/as e Pesquisadores/as).

  • Destina-se a essa modalidade a apresentação de resultado parcial ou conclusivo de estudos e pesquisas de pós-graduandos/as e pesquisadores. O/a proponente deverá indicar, no ato da inscrição, o Simpósio temático ao qual se destina sua comunicação oral. Neste caso, recomendamos a leitura dos resumos dos ST´s na aba “Simpósio Temático” do site.
  • Admite-se, a submissão de dois trabalhos, um na condição de autor/a e outro de co-autor/a;
  • O envio do resumo deverá ser feito, exclusivamente pelo site, seguindo todo o processo de efetivação da inscrição;
  • O texto deve ser inédito no Brasil até a sua apresentação no VII Congresso da ABEH-DIVERSIDADE SEXUAL E DE GÊNERO: Práticas, pedagogias e políticas públicas;
  • Não será permitida a inclusão e/ou exclusão de autor/co-autor, nem a substituição ou alteração dos arquivos de trabalho, submetidos à avaliação. Assim, recomenda-se conferir com atenção os arquivos antes do envio;
  • Os autores e co-autores ao enviarem o texto para a avaliação, estarão cedendo ao VII CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE DIVERSIDADE SEXUAL E DE GÊNERO – Práticas, pedagogias e políticas públicas a propriedade literária e todos os direitos autorais do referido trabalho, em todas as edições em português e em línguas estrangeiras, em versão impressa e eletrônica (internet);
  • Os dados informados no cadastro de inscrição são de inteira responsabilidade dos/as autores/as;
  • Os trabalhos (resumo e texto completo) aceitos serão publicados, exclusivamente, em Anais Eletrônicos (internet);
  • O resumo do texto deve conter no máximo 2500 caracteres, incluindo os espaços, o título do trabalho, o texto do resumo e as palavras-chave.

Para submissão de comunicação oral será necessário enviar dois arquivos seguindo orientação do cronograma do Congresso:

  1. resumo anexado no sistema no momento da inscrição indicando o nome do/a proponente e o número do ST desejado como o título do arquivo. Exemplo ST22carlosmeneses.doc
  2. texto completo, quando aprovado o resumo, ao email abeh2014@furg.br. No envio do texto completo o/a proponente deverá indicar o número do ST ao qual foi inscrito seu trabalho e o nome do autor como o título do arquivo e do e-mail. Exemplo: ST22carlosmeneses.doc .

Formatação do resumo

  • Os resumos deverão obedecer o número de caracteres estabelecidas para sua modalidade.
  • Formato de arquivo: “doc”;
  • Fonte: Times New Roman, tamanho 12;
  • Papel tamanho A4;
  • Margem superior e inferior com 2,5 cm;
  • Margem esquerda e direita com 3 cm;
  • Espaçamento entre linhas: 1,5 cm;
  • Alinhamento: Justificado;
  • Título em maiúsculo/negrito com alinhamento centralizado, seguido abaixo do nome do autor/a e co-autor/a e instituição. Quando necessário, indicar a agência de fomento.

Formatação dos artigos completos:

Formato PDF (Portable Document Format, extensão em .pdf

Na primeira página do trabalho, devem aparecer os seguintes itens:

  • Título do artigo centralizado: em caixa alta e em negrito.
  • Nome completo do(s) autor(es) alinhado(s) a direita, indicando em nota de rodapé o(s) vínculo institucional e e-mail do(s) mesmo(es).
  • Resumo de 5 (cinco) a 10 (dez) linhas, com espaçamento simples.
  • 3 (três) a 5 (cinco) palavras-chave.

Entre 8 (oito) e 12 (doze) páginas, incluindo bibliografia
Fonte Times New Roman, corpo 12
Papel A4, páginas não numeradas
Espaçamento do texto entre linhas 1,5
Primeira linha de cada parágrafo com recuo padrão (1,25cm)
Sem espaço entre os parágrafos
Espaçamento das citações simples com recuo padrão (1,25cm)
Margens: superior 2,5cm; inferior 2cm; esquerda 3cm; direita 3cm
Tamanho do arquivo: máximo de 2Mb (Megabytes)

Lieux

  • Universidade Federal do Rio Grande Instituto de Educação Programa de Pós-Graduação em Educação CIDEC-SUL - Centro Integrado de Desenvolvimento do Ecossistema Costeiro do Extremo Sul Av. Italia Km.8, Carreiros, Rio Grande/RS 96201 900
    Rio Grande, Brésil (96201-900)

Dates

  • vendredi 31 janvier 2014

Mots-clés

  • políticas da sexualidade, política sexual, LGBT, homofobia, heterossexismo

Contacts

  • Felipe Fernandes
    courriel : complex [dot] lipe [at] gmail [dot] com

URLS de référence

Source de l'information

  • Felipe Fernandes
    courriel : complex [dot] lipe [at] gmail [dot] com

Pour citer cette annonce

« Políticas de sexualidade, homo-lesbo-transfobias e heterossexismo em cenários globais e locais », Appel à contribution, Calenda, Publié le jeudi 19 décembre 2013, http://calenda.org/272030