AccueilDo It Yourself (DIY) Cultures, Spaces and Places

Do It Yourself (DIY) Cultures, Spaces and Places

Keep It Simple, Make It Fast! (KISMIF) International Conference

*  *  *

Publié le lundi 08 février 2016 par Céline Guilleux

Résumé

A terceira edição da KISMIF International Conference, dedicada ao tema "DIY Cultures, Spaces and Places", irá realizar-se na cidade do Porto, Portugal, entre 18 e 21 de julho de 2015. A submissão de resumos para o Congresso está aberta a investigadores provenientes de todas as áreas da sociologia, da antropologia, da história, da economia cultural, da geografia, do planeamento urbano, dos estudos culturais e dos média e comunicação e disciplinas relacionadas, tais como design, ilustração, popular music, cinema, artes visuais e performativas. Em 2016, a KISMIF Conference centra-se novamente na música underground, orientando o seu enfoque analítico para a análise das culturas DIY e sua relação com o espaço, o território e os lugares.

Annonce

Argumento

Após o grande sucesso das duas primeiras edições da KISMIF Conference (realizadas em 2014 e 2015), procura-se, em 2016, responder à vontade, reiterada por vários investigadores, de promover um encontro científico anual destinado à discussão ao mais alto nível das underground music scenes e das culturas do-it-yourself

Em 2016, a KISMIF Conference centra-se novamente na música underground, orientando o seu enfoque analítico para a análise das culturas DIY e sua relação com o espaço, o território e os lugares. Assim, desafiam-se estudantes, professores investigadores juniores e seniores, mas também artistas e ativistas, a apresentarem na KISMIF International Conference 2016 trabalhos que explorem o potencial do desenvolvimento teórico e analítico do cruzamento entre as cenas musicais, a cultura DIY e o espaço sob uma visão pluridimensional e pluriforme, de forma a enriquecer a análise das cenas musicais underground e das culturas DIY com o desenvolvimento da teoria social aos mais diversos níveis e esferas disciplinares, considerando a importância charneira que as culturas DIY têm num contexto de modernidade tardia e num momento de uma severa crise societal contemporânea.

Com efeito, é hoje por demais relevante a importância - neste mundo em mudança fragmentada - que a música e as culturas DIY têm. Mais, grande parte das mudanças que se têm operado no mundo contemporâneo, resultam notadamente da emergência de espaços, de zonas, de cenas locais, translocais e virtuais. O espaço, os espaços, os lugares, as fronteiras, as zonas são, assim, variáveis críticas na abordagem das culturas contemporâneas, dos seus sons, das suas práticas (artísticas, culturais, económicas e sociais), dos seus atores, dos seus contextos. Numa perspectiva pós-colonial, também de glocalização, importa equacionar a mudança nas práticas artísticas e musicais de natureza underground e traçar-lhe fronteiras simbólicas, lugares de acomodação, espaços de apropriação, locais de resistência, modalidades de funcionamento, economias de sobrevivência e agências alternativas ao capitalismo avançado. Territorialização e desterritorialização são marcas indeléveis das cenas artísticas e musicais no presente, são também referentes imediatos de cosmopolitismos, de diásporas, de novas relações de poder, de género, de etnias. À semelhança das edições anteriores da KISMIF Conference, pretendemos acolher contributos reflexivos que considerem a pluralidade de manifestações DIY nos mais diversos campos culturais, artísticos e criativos – indo, por isso, para além da música, e considerando campos artísticos como o cinema e vídeo, o graffiti e a street art; o teatro e as artes performativas; a literatura e a poesia; a rádio, a programação e a edição; o design gráfico, a ilustração, o cartoon e a banda desenhada; entre outros.

Em 2016, o estimulante programa científico da KISMIF Conference será novamente acompanhado por um programa social e cultural diversificado, consubstanciado por um conjunto de eventos artísticos, com especial enfoque na música underground e noutras expressões artísticas. Pretende-se, assim, propiciar a todos os participantes uma experiência singular ao nível das culturas DIY presentes em Portugal, no Porto e nas suas diásporas singulares.

O Congresso será sucedido por uma Summer School – intitulada “Mappin' Your Own Underground!” – que irá realizar-se no dia 22 de julho 2015, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. A Summer School irá oferecer uma oportunidade a todos os estudantes, incluindo aqueles que participem no Congresso, de discutir as suas investigações em seminários liderados por professores e investigadores relevantes neste campo de investigação (para mais informações acerca da Summer School, visite a página www.kismifconference.com).

Àreas temáticas

Tomando em consideração as temáticas de fundo da KISMIF Conference 2016 – cenas musicais underground, culturas DIY e a sua relação com o espaço –, a Comissão Científica da KISMIF Conference 2016 propõe a submissão de resumos no âmbito das seguintes temáticas:

  • Papel/ importância do espaço/ lugar/ território nas cenas musicais underground e nas culturas DIY
  • Cenas musicais, DIY, liminaridade e espaços públicos
  • Migrações, diásporas e identidades: o papel da música, do DIY e do espaço pelo mundo das identidades e diferenças individuais e coletivas
  • Mecanismos de gatekeeping, construção de reputação e (des)territorialização das cenas culturais e musicais
  • Cidade e território e as Práticas de resistência contraculturais contemporâneas
  • Cidade e estética: transformações recentes nos estilos e estéticas musicais e artísticas
  • Novas produções e artísticas e musicais e intermediações na cidade e no espaço
  • Mecanismos territoriais de produção, intermediação e consumo musical
  • Espaços urbanos e novas dinâmicas de inclusão social através da música e das práticas artísticas underground e DIY
  • Desenvolvimentos na teoria social em torno dos art worlds, campos musicais, campos artísticos, cenas musicais underground, culturas DIY
  • Memória, historicidade, genealogia e diacronia das cenas musicais do pós-guerra até à contemporaneidade
  • Subculturas, pós-subculturas, tribos e neotribos: paradigmas, tensões e reconceptualizações
  • Heritage, retromania e arquivos DIY
  • Espaços, lugares e festivalização da cultura, da música, do underground e das práticas DIY
  • Desafios e dilemas teórico-metodológicos na investigação acerca da música e das culturas DIY
  • Subculturas, tribos, neo-tribos e cenas underground locais, virtuais e translocais
  • Objetos, simulacros, simulações e desmaterialização da música e novos rumos da (pós)indústria musical
  • Contradições e tensões entre o underground e o mainstream
  • Microeconomias urbanas e as carreiras DIY: formas alternativas de empreendedorismo musical, artístico e cultural
  • (Re)sacralizações, divinizações, fãs: novos contornos das relações com as artes, os artistas, as estrelas e os músicos
  • Pedagogias e intervenções fundadas no DIYartístico e musical
  • Novos movimentos sociais, música e outras cenas artísticas locais, translocais e virtuais

Instruções 

Os resumos devem ser escritos em Inglês (mas a apresentação do trabalho pode ser feita em inglês ou em português). Devem ter aproximadamente 250 palavras e incluir 3-5 palavras-chave. Os resumos devem ser enviados juntamente com uma pequena nota biográfica dos autores (100 palavras). Pedimos aos participantes que submetam o resumo e os seus contactos

até 22 de março de 2016,

na plataforma virtual do congresso: www.kismifconference.com

Organização

  • KISMIF (Portugal)
  • Instituto de Sociologia – Universidade do Porto (IS-UP, Portugal)
  • Pelouro da Cultura – Câmara Municipal do Porto (Portugal) 

Parceiros

  • Griffith Centre for Cultural Research (GCCR – Griffith University, Australia)
  • Centro de Estudos sobre a Mudança Socioeconómica e o Território (DINÂMIA’CET – IUL, Portugal)
  • Centro de Estudos de Geografia e Ordenamento do Território (CEGOT, Portugal)
  • Centro de Estudos Sociais – Universidade de Coimbra (CES-UC, Portugal)
  • College of Arts and Social Sciences - Australian National University (CASS-ANU, Australia)
  • Instituto Politécnico de Tomar (IPT, Portugal)
  • University of Lleida (UdL, Spain) 

Oradores principais confirmados

  •  Andy Bennett, Catherine StrongGina Arnold, Lucy Robinson, Peter Webb, Samantha Bennett 

Coordenadores KISMIF

Andy Bennett and Paula Guerra

Comissão Científica KISMIF

Alastair Gordon, Andy Bennett, Augusto Santos Silva, Carles Feixa, George McKay, Guilherme Blanc, Heitor Alvelos, João Queirós, José Machado Pais, Júlio Dolbeth, Manuel Loff, Mark Percival, Matthew Worley, Mike Dines, Nick Crossley, Paul Hodkinson, Paula Abreu, Paula Guerra, Pedro Costa, Rui Telmo Gomes, Samantha Bennett e Will Straw.

Comissão Executiva KISMIF

Ana Oliveira, Esgar Acelerado, Carlos Ramos (Nico Nicotine), Gil Fesch, João Queirós, Miguel Januário, Paula Abreu, Paula Guerra, Pedro Costa, Pedro Miguel Ferreira, Pedro Quintela, Rodrigo Almeida, Rui Telmo Gomes, Susana Januário e Tânia Moreira. 

Datas importantes 

1.     Congresso

  • Submissão de resumos: Desde 01 janeiro 2016 a 22 março 2016.
  • Abertura das inscrições: 01 janeiro 2016
  • Notificação de aprovação dos resumos: 05 de abril 2016
  • Prazo final para as inscrições antecipadas: 19 de abril 2016
  • Prazo final para a inscrição de autores com comunicações: 10 de junho 2016
  • Prazo final para as inscrições tardias: 03 de julho 2016 

KISMIF International Conference: 17 – 21 de julho 2016 

2.     Summer School

  • Submissão de formulários: Desde 01 janeiro 2016 a 22 março 2016.
  • Notificação de aprovação dos formulários: 05 de abril 2016
  • Prazo final para as inscrições antecipadas: 19 de abril 2016
  • Prazo final para as inscrições tardias: 03 de julho 2016 

Summer School: 22 de julho 2016 

Locais

Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Casa da Música
Rivoli Teatro Municipal
Palacete Viscondes Balsemão
Edifício Montepio 

Para mais detalhes sobre o Congresso:

www.kismifconference.com

kismif.conference@gmail.com

https://www.facebook.com/kismif.international.conference

http://www.punk.pt/kismif-conference-2016/

Lieux

  • Faculdade de Letras da Universidade do Porto - Via Panorâmica
    Porto, Portugal

Dates

  • mardi 22 mars 2016

Mots-clés

  • underground music scenes, cultura DIY, espaço, território, do it yourself

Contacts

  • Susana Januario
    courriel : kismif [dot] conference [dot] management [at] gmail [dot] com

URLS de référence

Source de l'information

  • Susana Januario
    courriel : kismif [dot] conference [dot] management [at] gmail [dot] com

Pour citer cette annonce

« Do It Yourself (DIY) Cultures, Spaces and Places », Appel à contribution, Calenda, Publié le lundi 08 février 2016, http://calenda.org/355914