AccueilTerritorialidades e historicidades

*  *  *

Publié le jeudi 26 mai 2016 par Céline Guilleux

Résumé

A relação entre pessoas e terra invoca historicidades que se sobrepõem de formas diversas. Juntando antropólogos a trabalhar sobre territorialidades em contextos indígenas no Brasil e antropólogos a trabalhar sobre territorialidades em espaços associados às margens da cidade de Lisboa, e colocando em debate etnografias sobre a terra como parte de processos de pertença com etnografias mais dirigidas a conflitos entre diferentes políticas públicas, o simpósio promete uma discussão que comprova a centralidade da questão da terra na conjuntura contemporânea.

Annonce

Apresentação

A relação entre pessoas e terra invoca historicidades que se sobrepõem de formas diversas. Juntando antropólogos a trabalhar sobre territorialidades em contextos indígenas no Brasil e antropólogos a trabalhar sobre territorialidades em espaços associados às margens da cidade de Lisboa, e colocando em debate etnografias sobre a terra como parte de processos de pertença com etnografias mais dirigidas a conflitos entre diferentes políticas públicas, o simpósio promete uma discussão que comprova a centralidade da questão da terra na conjuntura contemporânea.

Coordenação

  • Susana de Matos Viegas (ICS-ULisboa);
  • Simone Frangella (ICS-ULisboa);
  • Jaime Siqueira (UEMA, ICS-Ulisboa);
  • Ana Luísa Micaelo (CRIA/ISCTE-IUL);

Grupo de Investigação Identidades, Culturas Vulnerabilidades - Lugar, Pessoa, Pertença e territorialidades

Secretariado Executivo

Elza Andrade (ICS-ULisboa)

Programa

31 de Maio de 2016

10.00- 10.15h |Abertura

  • Cristiana Bastos (Coordenadora Grupo de Investigação Identidades, Culturas, Vulnerabilidades – ICS-ULisboa)
  • Susana de Matos Viegas, Simone Frangella, Jaime Siqueira, Ana Luísa Micaelo

10.15 – 10.45h | Introdução Endereçando o tema: Territorialidades e Historicidades, Susana de Matos Viegas (ICS-ULisboa)

10.45-12.15h| Sessão 1

MODERAÇÃO: José Glebson Vieira (UFRN)

  • T/terra como equivocação: etnologia e cosmopolítica, Marcela Stockler Coelho de Souza (DAN-UnB)
  • Ressignificando o território: o processo de territorialização e a noção de “terra” entre os Ashaninka (Amazônia brasileira), José Pimenta (DAN-UnB)

12.15– 13.30h | Almoço (5º piso do ICS)

13.30 – 15.45h | Sessão 2

MODERAÇÃO: Nuno Domingos (ICS-ULisboa)

  • A Memória como Território de Conflitos no Alentejo português, Murilo Guimarães (Estudante de Doutoramento, ICS-ULisboa, Bolsista CAPES)
  • Once More Unto the ‘Peasant Breach’: Marginal Property and De-Territoriality in a Socio-Territorial Movement, Jonathan DeVore (Yale University, Program in Agrarian Studies)
  • De engenho a assentamento: uma discussão acerca das sobreposições, continuidades e mudanças na Zona da Mata de Pernambuco (Brasil), Ana Luísa Micaelo (CRIA/ISCTE-IUL)

15.45-16.00h |Intervalo

16.00-18.15h | Sessão 3

MODERAÇÃO: Frédéric Vidal (CRIA/ISCTE-IUL)

  • Territorialidade indígena, conflitualidade e regularização fundiária no nordeste brasileiro, José Glebson Vieira (UFRN)
  • “Crónica de uma morte anunciada”: Violência nos despejos e demolições no Bairro 6 de Maio (Lisboa), Catarina Sampaio (Doutoranda, ICS-ULISBOA)
  • Turismo, gentrificação, pertença: explorações em torno do caso de Lisboa, Elza Andrade (Doutoranda ICS-ULisboa, bolseira CAPES)

18.15h – Encerramento do dia

1 de Junho de 2016

10h00 – 11.30h| Sessão 4

MODERAÇÃO: Marina Temudo (ISA-ULisboa)

  • Territórios sob gestão negociada: empreendimentos de infraestrutura e terras indígenas no Brasil contemporâneo, Mônica Celeida Rabelo Nogueira (Centro de Desenvolvimento Sustentável - CDS, Faculdade UnB Planaltina - FUP, UnB)
  • Sobreposição e interfaces de Terras Indígenas e Unidades de Conservação no Brasil: é possível uma gestão compartilhada? Jaime Siqueira (UEMA-ICS/Ulisboa, Bolseiro CAPES)

11.30-11.45h |Intervalo

11h45 – 13.15h| Sessão 5

MODERAÇÃO: Marina Temudo (ISA-ULisboa)

  • Os Mura e os Impasses do Ambientalismo na Amazônia, Marta Amoroso (CEstA USP)
  • PPTAL: Uma experiência de Cooperação internacional e a “Demarcação” de Terras Indígenas no Brasil, Márcia Gramkow (antropóloga colaboradora do CDS/UnB/MESPT)

13.15 – 14.30h | Almoço (Sala Polivalente, ICS)

14.30 – 16.00h | Sessão 6 

MODERAÇÃO: José Cavaleiro Rodrigues (ESCS-IPL, CRIA/FCSH-UNL)

  • Cartografias Colaborativas, António Brito Guterres (Dinâmia ISCTE-IUL - Territórios Colaborativos)
  • Temporalidade e práticas políticas – pensando a cartografia social na periferia urbana, Simone Frangella (ICS-Ulisboa – Chão: Oficina de Etnografia Urbana)

16h00-16.15h |Intervalo

16.15 – 17.45h | Sessão 7 

MODERAÇÃO: José Cavaleiro Rodrigues (ESCS-IPL, CRIA/FCSH-UNL)

  • Antropologia, cartografia e afins: reflexões em torno dos direitos territoriais indigenas no Brasil, Thiago Mota Cardoso (PPGAS - Universidade Federal de Santa Catarina)
  • Instrumentos de gestão territorial e ambiental e impactos de grandes obras: Diagnóstico participativo e etnomapemaneto da Terra Indígena Camicuã em um contexto do licenciamento ambiental da BR 317, Andréia Bavaresco (IEB – Instituto Internacional de Educação do Brasil)

17.45h | Encerramento

Lieux

  • Sala 3, Piso 0 - Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, Av. Prof. Aníbal Bettencourt 9
    Lisbonne, Portugal (1600-189)

Dates

  • mardi 31 mai 2016
  • mercredi 01 juin 2016

Fichiers attachés

Contacts

  • Ana Luísa Micaelo
    courriel : analuisamicaelo [at] gmail [dot] com

URLS de référence

Source de l'information

  • Ana Luísa Micaelo
    courriel : analuisamicaelo [at] gmail [dot] com

Pour citer cette annonce

« Territorialidades e historicidades », Colloque, Calenda, Publié le jeudi 26 mai 2016, http://calenda.org/369034