Página inicialTransições. Percursos, linguagens e estruturas em tempos de mudança

*  *  *

Publicado terça, 09 de agosto de 2016 por João Fernandes

Resumo

O ritmo acelerado das mudanças históricas marcou a época contemporânea e, em particular, as últimas cinco décadas. No âmbito do século XX, sucederam-se experiências de mudança com tipologias e relevâncias variáveis, tendo afectado não só as estruturas (estados, instituições, partidos, etc) como também os indivíduos e a própria linguagem. Poderá, assim, afirmar-se que as mudanças, ou as transições, numa interpretação mais abrangente do termo, foram centrais nos processos históricos. Contudo, poucas propostas oferecidas pela ciência histórica têm refletido sobre este fenómeno – as transições e as suas consequências – num contexto geográfico e temporal alargado.

Anúncio

Argumentação

O ritmo acelerado das mudanças históricas marcou a época contemporânea e, em particular, as últimas cinco décadas. No âmbito do século XX, sucederam-se experiências de mudança com tipologias e relevâncias variáveis, tendo afectado não só as estruturas (estados, instituições, partidos, etc) como também os indivíduos e a própria linguagem. Poderá, assim, afirmar-se que as mudanças, ou as transições, numa interpretação mais abrangente do termo, foram centrais nos processos históricos. Contudo, poucas propostas oferecidas pela ciência histórica têm refletido sobre este fenómeno —as transições e as suas consequências — num contexto geográfico e temporal alargado.

Este Congresso, organizado pelo Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa e pelo Centre d’Estudis sobre les Èpoques Franquista i Democràtica (CEFID) de la Universitat Autònoma de Barcelona, pretende dar uma visão de conjunto deste fenómeno, analisando-o sob diferentes perspetivas que sublinham a sua natureza comparada e transnacional, considerando especialmente os casos de Portugal, Espanha e Itália. O congresso está organizado em três secções dedicadas, respectivamente, às trajectórias biográficas, análises da linguagem e do discurso político e estruturas.

Local

FCSH/NOVA (Lisboa, Portugal)

Organização

Comité Científico

Programa

10 de OUTUBRO - 17h00

Sessão de Abertura - Pedro Aires de Oliveira (Presidente do IHC-FCSH/UNL)

Conferência inaugural

  • Cultures and transition in a global perspective. Learning from the communist debate in the interwar period - Paolo Capuzzo  (U. di Bologna)

11 de OUTUBRO

09h30

Primeira Sessão: Os Itinerários Individuais e Colectivos

Moderador: Ivo Veiga (IHC-FCSH/UNL)

  • Del franquismo al antifranquismo. Itinerarios universitarios en los años cincuenta - Carme Molinero (CEFID–U. Autònoma de Barcelona)
  • Hacer de la necesidad virtud. De franquistas a demócratas - Pere Ysás (CEFID–U. Autònoma de Barcelona)
  • De la Arcadia al franquismo. Josep Maria Tallada y la consolidación de la dictadura franquista en Cataluña - Paola Lo Cascio (ICS–UL)
  • La revolución a través de la nación. Trayectorias biográficas de tránsfugas en la Europa de entreguerras - Steven Forti (IHC-FCSH/UNL)

13h00 — ALMOÇO

15h00

Segunda Sessão: Palavras, Conceitos  e Comunicação em Política

Moderador: Steven Forti (IHC-FCSH/UNL)

  • Transferência e reversabilidade do poder no século XX português. Um itinerário sobre usos dos conceitos de "povo", "cultura" e "colonialismo" - José Neves (IHC-FCSH/UNL)
  • La meritocrazia: da "antitesi della democrazia" a teodicea della diseguaglianza - Salvatore Cingari (U. degli Stranieri di Perugia)
  • Il "socialismo realizzato" e la sua degenerazione. Successi e fallimenti della transizione verso una società più giusta - Valerio Romitelli (U. di Bologna)
  • Comunicação social num tempo de mudança: o caso da transição portuguesa - Maria Inácia Rezola (IHC-FCSH/UNL)

12 de OUTUBRO

09h30

Terceira Sessão: Estruturas e Instituições

Moderador: Daniele Serapiglia (IHC-FCSH/UNL)

  • Progressistas encarcerados. Pensar a mudança e a modernidade em contexto de conservadorismo. Portugal 1945-1974 - Maria Fernanda Rollo (IHC-FCSH/UNL)
  • Transição e Revolução na Génese da Democracia portuguesa - Fernando Rosas (IHC-FCSH/UNL)
  • Del Ministerio de la Gobernación al Ministerio del Interior: cambios y continuidades en el personal político del tardofranquismo a la democracia, 1969-1979 - Martí Marín (CEFID–U. Autònoma de Barcelona)
  • Eventos e mobilização em regimes transicionais - Ivo Veiga (IHC-FCSH/UNL)
  • As elites ministeriais e a transição democrática italiana - Goffredo Adinolfi (ISCTE-IUL) 

Entrada livre

Categorias

Locais

  • Torre B, Auditório 1 - Avenida de Berna, 26C
    Lisbon, Portugal (1069-061)

Datas

  • segunda, 10 de outubro de 2016
  • terça, 11 de outubro de 2016
  • quarta, 12 de outubro de 2016

Ficheiros anexos

Palavras-chave

  • transições, história contemporânea, século XX, Portugal, Espanha, Itália

Contactos

  • Steven Forti
    courriel : stevenforti [at] hotmail [dot] it

Urls de referência

Fonte da informação

  • Diana Barbosa
    courriel : comunicacao [dot] ihc [at] fcsh [dot] unl [dot] pt

Para citar este anúncio

« Transições. Percursos, linguagens e estruturas em tempos de mudança », Colóquios, Calenda, Publicado terça, 09 de agosto de 2016, https://calenda.org/374379

Arquivar este anúncio

  • Google Agenda
  • iCal