AccueilAfrican Ivories

Calenda - Le calendrier des lettres et sciences humaines et sociales

Marfins Africanos

African Ivories

No Mundo Atlântico, 1400-1900

In the Atlantic World, 1400-1900

*  *  *

Publié le jeudi 31 mai 2018 par Anastasia Giardinelli

Résumé

Desde Abril de 2015, a equipa internacional do projecto “Marfins Africanos no Mundo Atlântico: uma reavaliação dos marfins luso-africanos” (Fundação para a Ciência e a Tecnologia: PTDC/EPH-PAT/1810/2014), constituída por 27 investigadores  das Universidades de Lisboa e Évora, e da Universidade Federal de Minas Gerais, no Brasil, tem desenvolvido uma investigação sobre o comércio, circulação e produção de marfim africano, em bruto e esculpido, no espaço atlântico entre os séculos XV e XVIII. Foi feita uma identificação e inventariação de objectos nas colecções portuguesas e brasileiras, em Minas Gerais, bem como uma recolha de referências e descrições nas fontes escritas portuguesas. Pela primeira vez uma selecção de marfins foi alvo de análises laboratoriais com vista a contribuir para dilucidar cronologias e proveniências. A equipa de investigação do projecto tem construído propostas de reinterpretação da cultura material a partir dos contextos africanos da sua produção.

Since April 2015, the international team working on the project “African Ivories in the Atlantic World: a reassessment of Luso-African ivories” (Fundação para a Ciência e a Tecnologia: PTDC/EPH-PAT/1810/2014), composed of 27 researchers from the University of Lisbon, the University of Évora and the Federal University of Minas Gerais in Brazil, has been researching the trade, circulation and production of raw and carved African ivory in the Atlantic area from the fifteenth to the eighteenth century. The team has identified and listed objects from Portuguese and Brazilian (Minas Gerais) collections, also collecting references and descriptions extant in written Portuguese sources. For the first time a selection of ivory pieces was subjected to lab tests with a view to helping establish their age and origin. The project research team has submitted proposals for re-interpreting material culture in the framework of its African contexts of production. 

Annonce

Apresentação

Desde Abril de 2015, a equipa internacional do projecto “Marfins Africanos no Mundo Atlântico: uma reavaliação dos marfins luso-africanos” (Fundação para a Ciência e a Tecnologia: PTDC/EPH-PAT/1810/2014), constituída por 27 investigadores  das Universidades de Lisboa e Évora, e da Universidade Federal de Minas Gerais, no Brasil, tem desenvolvido uma investigação sobre o comércio, circulação e produção de marfim africano, em bruto e esculpido, no espaço atlântico entre os séculos XV e XVIII. Foi feita uma identificação e inventariação de objectos nas colecções portuguesas e brasileiras, em Minas Gerais, bem como uma recolha de referências e descrições nas fontes escritas portuguesas. Pela primeira vez uma selecção de marfins foi alvo de análises laboratoriais com vista a contribuir para dilucidar cronologias e proveniências. A equipa de investigação do projecto tem construído propostas de reinterpretação da cultura material a partir dos contextos africanos da sua produção.  Para assinalar a conclusão de três anos de investigação, a equipa do projecto organiza o congresso “Marfins Africanos no Mundo Atlântico, 1400-1900”, convidando à submissão de comunicações. Serão bem-vindos trabalhos sobre os seguintes tópicos:

  • História ambiental, caça e ecologia do elefante africano
  • Métodos laboratoriais de análise e de conservação de marfim de elefante africano
  • Produção de objetos de marfim em África e nas Américas
  • Elefante e marfim: significados religiosos e linguagens de poder
  • O marfim de elefante na história da arte africana
  • O marfim de elefante africano e a história da arte técnica
  • Marfim e etnomusicologia 
  • Circulação e comercialização de marfim esculpido e em bruto nas dinâmicas atlânticas
  • Coleccionismo e usos quotidianos de marfins africanos na Europa e no Mundo Atlântico

Submissão de propostas

As propostas de comunicações, com um limite de 250 palavras, devem ser enviadas, obrigatoriamente em Inglês e numa das restantes línguas de trabalho, Português ou Francês, até ao dia 21 de Setembro de 2018, através do preenchimento do formulário disponível na página http://www.centrodehistoria-flul.com/marfinsafricanosiii.html, acompanhadas por 4 palavras-chave e uma nota curricular (máximo 100 palavras). As respostas serão comunicadas aos autores até dia 12 de Outubro de 2018.  As línguas de trabalho do congresso serão: Inglês, Português e Francês. Para mais informações, consultar a página http://www.centrodehistoria-flul.com/marfinsafricanosiii.html ou contactar africanivories2019@gmail.com

​Comissão científica

  • António Candeias​ (Laboratório HERCULES, U.É)
  • Carlos Almeida (CH-ULisboa)
  • Cécile Fromont (University of Chicago)
  • Eduardo França Paiva (UFMG)
  • Frederick John Lamp (Yale Univ. Art Gallery, retired as Curator of African Art)
  • José da Silva Horta (CH-ULisboa)
  • Luís Frederico Dias Antunes (CH-ULisboa)
  • Luís U. Afonso (ARTIS-IHA)
  • Manuela Cantinho (CH-ULisboa/Sociedade de Geografia de Lisboa)
  • Maria Manuel Torrão (CH-ULisboa)
  • Mariza Carvalho Soares (UFF)
  • Peter Mark (CH-ULisboa, Wesleyan University)
  • René Lommez Gomes (UFMG)
  • Vanicléia Silva Santos (UFMG)
  • Vítor Serrão (ARTIS-IHA)
  • William Hart (University of Ulster, retired Professor)
  • Yaci-Ara Froner (UFMG)

​Comissão organizadora

  • Carlos Almeida (CH-ULisboa)
  • José da Silva Horta (CH-ULisboa)
  • Maria Manuel Torrão (CH-ULisboa)
  • Vanicléia Silva Santos (UFMG)
  • Mafalda Cordeiro (CH-ULisboa)
  • Tiago Rodrigues (ARTIS, CH-ULisboa)
  • Elisabeta Belbasz (FLUL)

Presentation

Since April 2015, the international team working on the project “African Ivories in the Atlantic World: a reassessment of Luso-African ivories” (Fundação para a Ciência e a Tecnologia: PTDC/EPH-PAT/1810/2014), composed of 27 researchers from the University of Lisbon, the University of Évora and the Federal University of Minas Gerais in Brazil, has been researching the trade, circulation and production of raw and carved African ivory in the Atlantic area from the fifteenth to the eighteenth century. The team has identified and listed objects from Portuguese and Brazilian (Minas Gerais) collections, also collecting references and descriptions extant in written Portuguese sources. For the first time a selection of ivory pieces was subjected to lab tests with a view to helping establish their age and origin. The project research team has submitted proposals for re-interpreting material culture in the framework of its African contexts of production.  The project team, signaling the end of a three-year research period, is organizing the conference “African Ivories in the Atlantic World, 1400-1900”, and calls for the submission of papers. We welcome articles on the following topics:

  • History of the African elephant’s environment, hunting and ecology
  • Laboratory methods for testing and preserving African elephant ivories
  • Production of ivory objects in Africa and the Americas
  • Elephants and ivory: religious significance and power discourse
  • Elephant ivory in the history of African art
  • African elephant ivories and the history of technical arts
  • Ivory and ethnomusicology
  • Circulation and trade of raw and carved ivory in Atlantic settings
  • Collections and daily uses of African ivories in Europe and the Atlantic World

Submission Guidelines

Abstracts with a maximum 250 words on the proposed papers shall be sent in English and in one of the other working languages, Portuguese or French, no later than 21 September 2018, filling out the online form, available on the page http://www.centrodehistoria-flul.com/marfinsafricanosiii.html, together with 4 key-words and a short biography (maximum 100 words). Authors will be informed of their paper’s acceptance until the 12 October 2018. Working languages at the Conference: English, Portuguese and French.For more information and further queries, please check the webpage http://www.centrodehistoria-flul.com/marfinsafricanosiii.html or contact: africanivories2019@gmail.com

Scientific Commission

  • António Candeias​ (Laboratório HERCULES, U.É)
  • Carlos Almeida (CH-ULisboa)
  • Cécile Fromont (University of Chicago)
  • Eduardo França Paiva (UFMG)
  • Frederick John Lamp (Yale Univ. Art Gallery, retired as Curator of African Art)
  • José da Silva Horta (CH-ULisboa)
  • Luís Frederico Dias Antunes (CH-ULisboa)
  • Luís U. Afonso (ARTIS-IHA)
  • Manuela Cantinho (CH-ULisboa/Sociedade de Geografia de Lisboa)
  • Maria Manuel Torrão (CH-ULisboa)
  • Mariza Carvalho Soares (UFF)
  • Peter Mark (CH-ULisboa, Wesleyan University)
  • René Lommez Gomes (UFMG)
  • Vanicléia Silva Santos (UFMG)
  • Vítor Serrão (ARTIS-IHA)
  • William Hart (University of Ulster, retired Professor)
  • Yaci-Ara Froner (UFMG)

Organization

  • Carlos Almeida (CH-ULisboa)
  • José da Silva Horta (CH-ULisboa)
  • Maria Manuel Torrão (CH-ULisboa)
  • Vanicléia Silva Santos (UFMG)
  • Mafalda Cordeiro (CH-ULisboa)
  • Tiago Rodrigues (ARTIS, CH-ULisboa)
  • Elisabeta Belbasz (FLUL)

Lieux

  • Alameda da Universidade
    Lisbonne, Portugal (1600-214)

Dates

  • vendredi 21 septembre 2018

Fichiers attachés

Mots-clés

  • Africa, Ivories, History of Art, Environment

Contacts

  • José Horta
    courriel : africanivories2019 [at] gmail [dot] com

Source de l'information

  • José Horta
    courriel : africanivories2019 [at] gmail [dot] com

Pour citer cette annonce

« African Ivories », Appel à contribution, Calenda, Publié le jeudi 31 mai 2018, https://calenda.org/442891

Archiver cette annonce

  • Google Agenda
  • iCal
Rechercher dans OpenEdition Search

Vous allez être redirigé vers OpenEdition Search