Página inicialMargens criativas: a emergência de intelectuais negro(a)s, mestiço(a)s e indígenas nas Américas nos séculos XIX e XX

Margens criativas: a emergência de intelectuais negro(a)s, mestiço(a)s e indígenas nas Américas nos séculos XIX e XX

Les marges créatrices : émergence des intellectuel·le·s noir·e·s et métis·se·s et indigènes aux Amériques (XIXe-XXe siècles)

The creative power of margins: the rise of black, native, and mixed-race intellectuals in the Americas, 19th-20th centuries

Las márgenes creadoras: aparición de intelectuales negro(a)s, mestizo(a)s e indígenas en las Américas, siglos 19-20

Revista IdeAs 16

Revue IdeAs 16

Journal IdeAs 16

Revista IdeAs 16

*  *  *

Publicado quarta, 14 de agosto de 2019 por Céline Guilleux

Resumo

Edição 16 da revista IdeAs. Ideias das Américas, a serem publicadas em outubro de 2020, terão como foco "Margens criativas: a emergência de intelectuais negro(a)s, mestiço(a)s e indígenas nas Américas nos séculos XIX e XX". Queremos nos concentrar nas Américas intelectuais negras e não-brancas. Recebemos propostas de artigos em todos os países do continente americano, em francês, inglês, espanhol ou português. 

Anúncio

Apresentação

Situados à margem da sociedade, das instituições do conhecimento e das redes de edição, os historiadores afro-americanos dos séculos XIX e XX contaram com muita astúcia e imaginação na procura por fontes e para publicar suas obras. Assim, utilizaram fontes orais e jornais bem antes de seus homólogos anglo-americanos. Para conseguir publicar seus trabalhos, os primeiros autores afro-americanos (testemunhos de escravos, romances) adaptaram técnicas variadas (financiamento pessoal e/ou através de arrecadação coletiva, venda de seus livros, etc). A situação marginal se mostrou portanto criativa, como foi demonstrado no projeto de pesquisa IDEX Sorbonne Paris Cité « Escrever a história a partir das margens: o caso dos afro-americanos (https://hdlm.hypotheses.org/ e demais publicações). 

Partindo desse projeto, do qual uma etapa importante acaba de ser concluída, nosso intuito é refletir sobre as Américas negras e não-brancas de forma mais global, para além dos Estados Unidos. Dessa forma, propomos organizar um número exclusivo da revista IdeAs. Idées d’Amériques sobre o tema, abrindo nossa problemática para uma tripla perspectiva : um prolongamento do domínio geográfico, cultural, étnico e racial (as Américas como um todo, com a consideração dos atores negros, « mulatos » (pardos), indígenas ou mestiços segundo a realidade dos diferentes países, as situações e as terminologias locais); uma abertura para a questão do gênero (a estratégia e a contribuição das mulheres afro-descendentes, indígenas ou mestiças); e os processos de criação intelectual e de edição em geral (escrita da história, mas também de ficção). Trata-se de explorar o potencial aberto pela comparação entre as experiências na totalidade das Américas - América Latina, Caribe e América do Norte - com relação às « margens criativas ». Parece-nos portanto importante considerar também o trabalho de historiadores caribenhos do século XIX, em particular a primeira geração de historiadores haitianos cuja emergência coincide com a dos afro-americanos que estudamos (ver a tese recente de Délide Joseph). Gostaríamos também de explorar a questão da emergência de vozes negras ou mestiças no Brasil (ver as contribuições recentes de Paulina L. Alberto ou de Giovana Xavier da C. Nascimento), nas Antilhas e na América Latina até a virada do século XX: quais são as condições sociais, econômicas e políticas que tornaram possível a expressão de uma « voz » « negra », « mestiça » o « indígena » em situação de dominação? Por que certos países têm uma longa tradição de elites intelectuais negras, enquanto outros não? Como a situação « marginal » nesses diferentes espaços do continente americano se revelou criativa em termos sobretudo de métodos, perspectivas, estéticas e fontes? Situados à margem, os intelectuais oriundos das comunidades indígenas ou africanas não se encontrariam de fato no centro da construção nacional? Os conceitos de « margem » e « centro » não estariam, assim, ultrapassados?

Calendário

Envio de resumos (aproximadamente 500 palavras) e de referências bio-bibliográficas dos autores

até o dia 15 de outubro de 2019

a:

  • Véronique Hébrard : veronique.hebrard@univ-lille.fr
  • Silvia Capanema : silvia.capanema@univ-paris13.fr
  • Fatma Ramdani : fatma.ramdani@univ-lille.fr
  • Claire Parfait : claire.parfait@univ-paris13.fr
  • Isabelle Vagnoux : isabelle.vagnoux@univ-amu.fr

Pré-seleção das propostas até 31 de outubro.

Respostas enviadas pelos organizadores do dossiê até 4 de novembro.

Envio dos artigos selecionados até 1o de março de 2020.

O dossiê será publicado em outubro de 2020.

Procedimento

Os artigos serão submetidos, sob anonimato, a um duplo parecer. A decisão final sobre a publicação dos artigos após os pareceres e levando-se em conta a importância das revisões sugeridas é de responsabilidade do comitê editorial. 

Os artigos não devem ultrapassar 45 000 caracteres (incluindo-se notas, bibliografia e espaços). 

Todos os artigos submetidos à revista devem ser inéditos e não podem ter sido publicados antes nem sob a forma impressa, nem na internet, nem mesmo em outro idioma, e não devem ter sido submetidos simultaneamente a outras publicações. O autor se compromete a ceder seus direitos à revista para sua publicação eletrônica e autoriza-a a publicá-lo on Line. Se for necessária uma tradução, ela será feita após aceite do artigo pela revista e com supervisão do comitê editorial.

Idiomas de publicação: inglês, francês, espanhol, português. 

Locais

  • Paris, França (75)

Datas

  • terça, 15 de outubro de 2019

Palavras-chave

  • intellectuel, afro-américain, race, genre, métissage, média, indigène, marge

Urls de referência

Fonte da informação

  • Rafaëlle Gandini Miletto
    courriel : gt-recherche [at] institutdesameriques [dot] fr

Para citar este anúncio

« Margens criativas: a emergência de intelectuais negro(a)s, mestiço(a)s e indígenas nas Américas nos séculos XIX e XX », Chamada de trabalhos, Calenda, Publicado quarta, 14 de agosto de 2019, https://calenda.org/663201

Arquivar este anúncio

  • Google Agenda
  • iCal