Accueil2nd conference in political geography, geopolitics and territorial management

A integração Sul-Americana e a inserção das regiões periféricas

2nd conference in political geography, geopolitics and territorial management

II congrès de géographie politique, géopolitique et gestion territoriale

II congresso brasileiro de Geografia Política, Geopolítica e Gestão do Território

*  *  *

Publié le mardi 26 avril 2016 par João Fernandes

Résumé

A ciência geográfica todos os anos é colocada à prova em diferentes encontros, congressos e seminários no Brasil e no exterior. Entre os dias 5 e 8 de outubro de 2016, ocorrerá, em Natal-RN, no campus da UFRN, o II Congresso Brasileiro de Geografia Política, Geopolítica e Gestão do Território (II CONGEO) com a temática central intitulada: A integração Sul-Americana e a inserção das regiões periféricas.

Annonce

Argumento

A ciência geográfica todos os anos é colocada à prova em diferentes encontros, congressos e seminários no Brasil e no exterior. Entre os dias 05 e 08 de outubro de 2016, ocorrerá, em Natal-RN, no campus da UFRN, o II Congresso Brasileiro de Geografia Política, Geopolítica e Gestão do Território (II CONGEO) com a temática central intitulada: A Integração Sul- Americana e a Inserção das Regiões Periféricas.

O CONGEO objetiva refletir sobre temas relevantes para o debate político do espaço, considerando o tripé geografia política, geopolítica e gestão do território.

Na sua primeira versão, ocorrida no campus da PUC-Rio de Janeiro, em 20141, foi possível identificar algumas tendências na produção científica sobre o espaço político. Temas clássicos como as disputas territoriais; questões fronteiriças - fechamento ou interação; o papel do voto e o pacto federativo, além de temas mais atuais - como a integração regional - foram a base para boa parte dos artigos enviados e apresentados naquele evento.

O II CONGEO contará com palestrantes de todas as grandes regiões do Brasil e também com colaboradores franceses. Além das palestras, Grupos de Discussão (GDs) e Trabalhos de Campo, o evento abre espaço para discussão sobre o seu futuro, a partir da consolidação da Rede Brasileira de Geografia Política, Geopolítica e Gestão do Território (REBRAGEO), uma rede de pesquisadores fundada em 2013 e preocupada com a reflexão e difusão da produção científica brasileira em torno dos três grandes núcleos que nomeiam a rede.

Os interessados em participar do II CONGEO deverão atentar para o calendário de datas exposto ao final desta circular. Devem observar também as diretrizes para elaboração dos resumos, que são: breve contextualização, objetivos e questão central, metodologia empregada e resultados. Após o título do resumo, que deverá ser em fonte Arial, 16, é necessário colocar o nome do(s) autor(es) logo abaixo e centralizado em fonte Arial, 12. O resumo deverá ter, no máximo, 10 linhas e ser acompanhado de 3 a 5 palavras-chave. Não serão aceitos trabalhos com mais de 03 (três) autores. O envio deverá ser feito para o eixo no qual sua temática se insere. A comissão organizadora, após leitura dos resumos pelos pareceristas Ad-Hoc, enviará aos autores o parecer de seus textos que poderá ser: aprovado; aprovado com modificações; ou recusado. Os cinco melhores trabalhos de cada eixo temático serão publicados na Revista de Geopolítica.

Eixos temáticos

Eixo 1: Geografia política e geopolítica clássica e contemporânea dos séculos XX e XXI

Coordenação:

  • Prof. Wendell Teles de Lima (UFAM)
  • Prof. Lício Caetano do Rego Monteiro (UFF/Angra dos Reis)

Este eixo contemplará os seguintes temas: O pensamento clássico e contemporâneo da Geografia política e Geopolítica; Os fundadores da Geografia política e da Geopolítica; A renovação do pensamento, dos conceitos e dos temas da Geografia política e Geopolítica, a saber: Federalismo, Sistema eleitoral, Cidadania, Redes, Democracias representativa e participativa, o papel dos Estados nacionais, as Relações Internacionais na era da globalização, a Segurança e Defesa em tempos de paz, as Guerras regionais e as redes internacionais do terrorismo, a Geopolítica cibernética, as mídias alternativas e os novos atores supranacionais na relação entre espaço e poder; Os BRICS.

Eixo 2: (Geo)políticas do meio ambiente, gestão dos recursos e sustentabilidades

Coordenação:

  • Prof. Ricardo José Batista Nogueira (UFAM)
  • Profa. Rebeca Steiman (UFRJ)

Este eixo contemplará os seguintes temas: O avanço tecnológico e as novas formas de apropriação dos recursos naturais; Guerra e Paz: conflitos e acordos em torno da apropriação e uso da natureza; Poluição, medidas mitigadoras e a gestão ambiental; Mercados do ar e da água, e as estratégias de gestão da biodiversidade; As formas e controles de uso da natureza e o desenvolvimento; Natureza, Sociedade e Sustentabilidades: engenharias e estratégias em múltiplas escalas; Os projetos nacionais do desenvolvimento sustentável; Escalas locais/regionais e as políticas ambientais: contradições, possibilidades e arquiteturas territoriais.

Eixo 3: Localismo, nacionalismo, regionalismo e globalismo

Coordenação:

  • Prof. Augusto César Pinheiro da Silva (PUC-Rio)
  • Prof. Antônio Ângelo Martins da Fonseca (UFBA)

Este eixo contemplará os seguintes temas: O poder local no federalismo brasileiro; Fragmentações X Divisões territoriais; um problema espacial? Identidade e regionalismo na definição de novos territórios; Regionalização e crise: soberanias e autonomias; Modelos de regionalização: crise de identidade nacional? Políticas supranacionais de gestão cooperativa entre nações; Entre o local e o global: políticas setoriais e a reestruturação dos territórios; Emergência de novos poderes regionais: arquiteturas territoriais e seus modelos de gestão; Agências reguladoras e os impactos de suas políticas territoriais; Gestão compartilhada de territórios: reengenharias de políticas multiescalares.

Eixo 4: Fronteiras: um constante desafio territorial

Coordenação:

  • Prof. Gutemberg de Vilhena Silva (UNIFAP)
  • Prof. Marcos Leandro Mondardo (UFGD)

Este eixo contemplará os seguintes temas: Teoria e prática sobre os fenômenos fronteiriços; As divisões territoriais na configuração do espaço da política; Fluidez/Porosidades em diferentes contextos fronteiriços; A defesa-controle de fronteiras; Gestão compartilhada de fronteiras: as faixas de fronteira e suas possibilidades; Fronteiras simbólicas: marcas das diferenças / desigualdades espaciais; Políticas migratórias e as fronteiras do mundo contemporâneo; Fronteira, pluralidade e cosmopolitismo; Alfândegas e fronteiras no século XXI.

Eixo 5: As escalas de gestão das políticas territoriais

Coordenação:

  • Profa. Rejane Cristina de Araujo Rodrigues (PUC-Rio)
  • Profa. Juliana Nunes Rodrigues (UFF)

Este eixo contemplará os seguintes temas: Agentes, atores e escalas de gestão dos territórios: cooperações e competições entre escalas de poder; Recomposições e pactos político-territoriais; Estado nacional, desenvolvimentismo e suas escalas de ação; Redefinição das políticas territoriais em cenários de instabilidade financeira; Novos atores/sujeitos políticos, econômicos e culturais em processos de governança territorial; A multidimensionalidade do poder na gestão do território; Verticalidades e horizontalidades: a resistência local frente aos projetos heterônomos e exógenos; Políticas distritais e de bairro na construção de uma gestão territorial participativa.

Eixo 6: A integração sul-americana

Coordenação:

  • Prof. Aldomar Arnaldo Rückert (UFRGS)
  • Prof. Camilo Pereira Carneiro Filho (UFRGS)

Este eixo contempla os seguintes temas: Fundamentos do Novo e do Novíssimo Regionalismo e políticas de coesão territorial. A América do Sul como uma região geopolítica. Iniciativas de integração territorial sul-americanas: MERCOSUL, Pacto Andino, Alba-TCP, Unasul e seus principais eixos de atuação. Repercussões das iniciativas de integração territorial. A integração física como uma das bases para a coesão territorial: IIRSA / COSIPLAN. Integração como possibilidades de desenvolvimento territorial de regiões periféricas. Fronteiras defensivas e/ou de cooperação: quais são as transfronteirizações possíveis? Retorno das geopolíticas de contenção de fronteiras e de defesa territorial?

Calendário

  • Até 01/07/2016: Recebimento dos resumos para análise

  • Até 01/08/2016: Encaminhamento do parecer para os autores dos resumos
  • Até 15/10/2016: Envio dos textos completos para inclusão nos anais
  • De 05/10/2016-08/10/2016:  II Congresso Brasileiro

Maiores informações:

https://www.facebook.com/events/495769023944365/

Membros da Comissão Organizadora

  • Augusto César Pinheiro da Silva - PUC-Rio
  • Antônio Ângelo Martins da Fonseca – UFBA
  • Aldo Aloisio Dantas da Silva – UFRN
  • Aldomar Arnaldo Ruckert – UFRGS
  • Ademir Araújo da Costa – UFRN
  • Camilo Pereira Carneiro Filho - UFRGS
  • Celso Donizete Locatel – UFRN
  • Edu Silvestre de Albuquerque – UFRN
  • Francisco Fransualdo de Azevedo – UFRN
  • Gutemberg de Vilhena Silva – UNIFAP
  • Juliana Nunes Rodrigues – UFF
  • Lício Caetano do Rego Monteiro - UFF
  • Marcos Leandro Mondardo – UFGD
  • Rejane Cristina de Araujo Rodrigues - PUC-Rio
  • Ricardo José Batista Nogueira – UFAM
  • Rebeca Steiman – UFRJ
  • Wendell Teles de Lima – UFAM

Lieux

  • UFRN - UFRN
    Natal, Brésil

Dates

  • vendredi 01 juillet 2016

Mots-clés

  • geografia política, geopolítica, gestão do território, América do Sul

Contacts

  • Gutemberg Silva
    courriel : bgeografo [at] gmail [dot] com
  • Edu Silvestre
    courriel : edusilvestre [at] ufrnet [dot] br

URLS de référence

Source de l'information

  • Gutemberg Silva
    courriel : bgeografo [at] gmail [dot] com

Pour citer cette annonce

« 2nd conference in political geography, geopolitics and territorial management », Appel à contribution, Calenda, Publié le mardi 26 avril 2016, http://calenda.org/365051