HomeO que é novo em Angola?

HomeO que é novo em Angola?

O que é novo em Angola?

III Congresso Internacional de Angolanística

*  *  *

Published on Wednesday, June 21, 2023

Abstract

Organizado pela Angola Research Network, este congresso abordará os mais recentes desenvolvimentos na Angolanística. Os trabalhos do congresso encerrarão com uma mesa-redonda subordinada ao tema “O que há de realmente novo em Angola?”. 

Announcement

Apresentação

Em 2019, a Angola Research Network (ARN) organizou o I Congresso Internacional de Angolanística, proporcionando um espaço de intercâmbio das diversas pesquisas em curso nos centros universitários da Europa e das Américas, muito ansiado pelos especialistas e pelo público interessado pelas questões angolanas.

Em 2022, teve lugar o II Congresso Internacional, com sucesso idêntico ao do I Congresso, e com uma maior participação de universidades africanas, nomeadamente angolanas.

Agora, em 2023, a ARN voltou a convocar os angolanistas de todos os campos científicos e latitudes geográficas para a sua reunião magna, que terá como tema "O que é novo em Angola". Desta vez, verificou-se um aumento da participação de universidades asiáticas, designadamente da China e da RAE de Macau.

Este III Congresso refletirá os mais recentes desenvolvimentos na Angolanística, em especial nos campos: 

  • das relações Angola/China;
  • das lideranças em Angola;
  • da história e património;
  • das artes no passado e no presente;
  • do papel da juventude e das questões educativas;
  • da economia digital;
  • da ciência, tecnologia e desenvolvimento sustentável;
  • das perspetivas de uma nova constituição e da reformulação do ordenamento jurídico.

A sessão de abertura contará com comunicações de Shang Jinge (investigador independente, investigador do Instituto Kwenda, Beijing, China), A parceria estratégica entre China e Angola tem perspetivas amplas, coexistindo oportunidades e riscos e Rafael Marques (fundador e diretor do jornal MakaAngola, Angola), Liderança, mentalidades e o estado de Angola: estratégias para o futuro.

Organização: Angola Research Network (ARN)

A Angola Research Network (ARN) é um fórum de debate que visa construir uma rede efetiva entre os académicos e investigadores, filiados a instituições ou independentes, que desenvolvem o seu trabalho sobre Angola numa perspetiva internacional.

A ARN tem a sua origem num grupo de investigadores da Universidade de Oxford e da Universidade Nova de Lisboa. Atualmente reúne investigadores, tanto académicos como independentes, do Reino Unido e Portugal, mas também de Angola, Brasil e Estados Unidos, entre outros países, e está aberta a receber novos membros de todas as proveniências.

São convenors do congresso: Filipe Santos ( angola@missiva.pt) e Rui Santos Verde ( vertgreen215@gmail.com).

Programa

sessão plenária | sala 1

  • hora 09h30-09h45 Abertura dos trabalhos – Filipe Santos & Rui Verde, Angola Research Network

oradores convidados

  • 09h45-10h15 A parceria estratégica entre China e Angola tem perspetivas amplas, coexistindo oportunidades e riscos – Shang Jinge, Pesquisador Independente, Investigador do Instituto Kwenda, Beijing, China
  • 10h15-10h45 Liderança, mentalidades e o estado de Angola: estratégias para o futuro – Rafael Marques, Fundador e Diretor do MakaAngola, Angola

10h45-11h00 intervalo para café

Painel 1 – política, direito e relações internacionais (sala 1 – auditório)

moderadora: Suraia Da Conceição Mungungue (iscsp, lisboa)

  • 11h00-11h20 As perspectivas de uma nova constituição e a reformulação do ordenamento jurídico – Alberto Morais, Pontifícia Universidade do Rio Grande do Sul, Brasil
  • 11h20-11h40 Angola's regional posture: between peaceful diplomacy and assertion of power – Jean-Jacques Wondoo, Pesquisador Independente, Academia Militar Real, Bélgica
  • 11h40-12h00 A crise político-militar europeia e seu impacto na SADC: o caso de Angola – Eugénio Costa Almeida & Zeferino Pintinho, ISCTE-IUL, Lisboa, Portugal
  • 12h00-12h20 Sistema de governo presidencialista-parlamentar/presidencialista angolano – João Pinto, Universidade Agostinho Neto, Angola
  • 12h20-12h40 O tratamento jurídico a conferir à dívida angolana à China que resulta da apropriação privada de negócios públicos – Rui Verde, Universidade de Oxford & Universidade de Glasgow — British Academy

Painel 2 – ciência e educação (sala 2)

moderadora: Carmen Monereo (univ. do algarve & univ. de são josé, macau, raem)

  • 11h15-11h35 O legado da Missão científica Rohan-Chabot em Angola no descompasso do tempo: dispersão e circulação de coleções na França e Inglaterra – Priscila Freitas de Carvalho, ICS —Universidade de Lisboa, Portugal
  • 11h35-11h55 Empreendedorismo tecnológico em Angola: O tech hub de Luanda – Renato Pereira & Redento Maia, ISCTE-IUL, Lisboa, Portugal; Faculdade de Economia, Universidade Agostinho Neto, Angola
  • 11h55-12h15 A alfabetização juvenil como instrumento para maior participação socioeconómica: o caso de um grupo do Namibe – Teresa Almeida Patatas, Universidade do Namibe, Angola
  • 12h15-12h50 Profissão docente em Portugal e Angola: Que perceções? – Dulce Franco, Univ. Lusófona, ESEL-IPLUSO, CeiED, Portugal; Maria Neves Gonçalves, ESEL-IPLUSO, CeiED, Portugal; Esmeralda Santo, CeiED, Portugal; Mara Gomes, Univ. Agostinho Neto, Angola; Micaela Fonseca, HEI-Lab: Laboratórios Digitais de Interação Homem-Ambiente — Univ. Lusófona, Lisboa, Portugal; & Joana Quinta, Univ. Katyavala Bwila, Angola

13h00-14h00 almoço livre

Painel 3 – sociedade e cidadania (sala 1 – auditório)

moderador: Eliseu Gonçalves (cedesa)

  • 14h00-14h20 A influência do hip-hop no aparecimento dos novos movimentos sociais em Angola – Hitler Samussuku, Pesquisador Independente, Universidade de Brasília, Brasil
  • 14h20-14h40 Movimentos sociais em Angola: entre a doutrina (literatura) e a realidade – Hermenegildo Mateus Mella Bento, ISCSP, Lisboa, Portugal; Universidade de Lisboa, Portugal
  • 14h40-15h00 A desobediência civil como uma arma moral na luta por justiça em Angola. uma missão, uma visão ou uma ação? – João Evangelista Huvi, Universidade Técnica de Angola, Angola; Universidade de Coimbra, Portugal
  • 15h00-15h20 Pode a cidadania participativa gerar equilíbrio entre a Política e a Justiça? O caso de Angola – Eugénio da Costa Almeida, ISCTE-IUL, Lisboa, Portugal
  • 15h20-15h40 Mário Pinto de Andrade e o problema intelectual na luta de libertação em Angola – Elisa Scaraggi, IHC da FCSH, Universidade Nova de Lisboa, Portugal; IN2PAST, Lisboa, Portugal

Painel 4 – o que há de novo? (sala 2)

moderador: Shang Jinge (kwenda institute)

  • 14h00-14h20 Digital economy development and the equality in digitalization: a study of Chinese ICT aid and invest in Angola – Chengyu Si & Eusebio C. Leou, Universidade da Cidade de Macau, Macau RAEM
  • 14h20-14h40 Autoconstrução em Angola e sociedades hipertexto da modernidade líquida – Maria João Teles Grilo, arquiteta e investigadora, Angola
  • 14h40-15h00 Democracia, liberdade de expressão e manifestação em Angola. O que há de novo (2022—junho/2023)? – Suraia da Conceição Mungungue, ISCSP, Lisboa, Portugal; Universidade de Lisboa, Portugal
  • 15h00-15h20 O que é novo em Angola: a opinião de jovens angolanos – José António Carochinho, Universidade Lusófona, Portugal
  • 15h20-15h40 The micro-level impacts of the COVID-19 pandemic in Angola: evidence from the 'Life with Corona' survey – Wolfgang Stojetz, International Security and Development Center; Research Fellow, Universidade Humboldt, Berlim, Alemanha

16h00-16h30 intervalo para café

Painel 5 – história e artes (sala 1 – auditório)

moderador: Filipe Santos (cedesa)

  • 16h30-16h50 Angolan political thought – a historical overview – Luís Cordeiro-Rodrigues, Universidade de Hunan, China
  • 16h50-17h10 Treino militar, nacionalismo e internacionalismo: a política da primeira geração de oficiais das FAPLA – Justin Pearce, Universidade de Stellenbosch, África do Sul
  • 17h10-17h30 Notas sobre Carlos Estermann: uma foto-etno-grafia angolanística ao longo do Estado Novo – Inês Ponte, ICS, Portugal; Universidade de Lisboa, Portugal
  • 17h30-17h50 Cinema angolano: ontem e hoje – Sofia Afonso Lopes, CLEPUL, Portugal; AfroLab, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, Portugal

encerramento | sala 1

17h50-18h00 – Filipe Santos & Rui Verde, Angola Research Network

NOTA: As apresentações realizadas por pesquisadores independentes não vinculam nem representam a visão das instituições a que pertencem.

Places

  • Auditório e sala de formação - Biblioteca Nacional de Portugal, Campo Grande, 83
    Lisbon, Portugal (1749-081)

Event attendance modalities

Full on-site event


Date(s)

  • Friday, June 23, 2023

Keywords

  • História, Angola, Sociologia, Política, Cultura, Educação

Contact(s)

  • Maria Araújo
    courriel : caraujo [at] bnportugal [dot] gov [dot] pt

Reference Urls

Information source

  • Maria Araújo
    courriel : caraujo [at] bnportugal [dot] gov [dot] pt

License

CC0-1.0 This announcement is licensed under the terms of Creative Commons CC0 1.0 Universal.

To cite this announcement

« O que é novo em Angola? », Conference, symposium, Calenda, Published on Wednesday, June 21, 2023, https://doi.org/10.58079/1bgx

Archive this announcement

  • Google Agenda
  • iCal
Search OpenEdition Search

You will be redirected to OpenEdition Search