AccueilLiving Mobilities: Pathways, Directions and Policies

Viver em/a mobilidade: (Com)Passos, Rumos e Políticas

Living Mobilities: Pathways, Directions and Policies

*  *  *

Publié le mardi 21 août 2018 par Anastasia Giardinelli

Résumé

Em 2016 reunimo-nos em Braga para discutir experiências em torno do viver em|a mobilidade e debater reflexões e resultados da investigação realizada sobre (novas) culturas de tempo, espaço e distância. Dois anos volvidos descemos ao Sul. Em Évora, 2018, propomo-nos manter o tema e alargar o debate sobre a mobilidade na contemporaneidade, olhando particularmente aos seus (com)passos, rumos e políticas. Dispomos hoje de um significativo conhecimento teórico-conceptual em torno da mobilidade, dos seus sentidos, escalas e experiências. Este conhecimento está enformado pelas grandes questões que animam a teorização social contemporânea em torno dos usos, apropriações e representações do tempo e do espaço. Do que os une e também do que os separa.

Annonce

Apresentação

Dispomos hoje de um significativo conhecimento teórico-conceptual em torno da mobilidade, dos seus sentidos, escalas e experiências. Este conhecimento está enformado pelas grandes questões que animam a teorização social contemporânea em torno dos usos, apropriações e representações do tempo e do espaço. Do que os une e também do que os separa.

  • Onde é que a investigação sobre a mobilidade nos conduziu?
  • Como é que este conhecimento tem sido apropriado por cientistas, profissionais e decisores políticos?
  • Como tem sido apropriado pela sociedade civil e incorporado ou enformado pela cultura e pela arte?
  • Das rotinas (aparentemente) anódinas das nossas vidas ao planeamento das organizações, cidades e regiões, que passos têm sido dados?
  • Que compassos enfrentados?
  • Que políticas desenhadas, implementadas e contestadas?

Num contexto político e social em que as mobilidades adquirem contornos diversos e conflituais, mas também preenchem a agenda das políticas de promoção cultura e turística, importa debater as novas reconfigurações das mobilidades, o papel das pessoas e dos territórios nesse processo. Interessa diagnosticar e destacar o papel das políticas dos programas institucionais e governamentais e as suas (des)adequações, no contexto das novas formas de (des)habitar. Importa também, sob o ângulo da interdisciplinaridade, interrogar o papel das diversas áreas de conhecimento, bem como as caraterísticas e potencialidades dos métodos de investigação e de intervenção que propõe, com especial acuidade no que respeita à participação e à promoção do bem-estar e qualidade de vida.

Viver em|a mobilidade é, por isso, viver entre a mobilidade pensada, planificada, desejada e antecipada mas também espontânea, improvisada, temida e evitada.

É com estas questões em pano de fundo que este seminário internacional e interdisciplinar visa discutir a experiência da mobilidade contemporânea. Por um lado, há que pensar a mobilidade como produtora de experiências, sentidos e modos de vida. Por outro, há que analisar como a mobilidade resulta de estruturas e condicionalismos, ações, planos, projetos e intenções.

O seminário Viver em|a mobilidade constitui-se como uma oportunidade para reunir investigador@s de diversas áreas científicas, bem como decisores políticos e outros profissionais, mas também representantes da sociedade civil, artistas e criador@s que ajudem a pensar, planear e aprofundar abordagens teóricas, metodológicas e de intervenção social suscitadas por velhos e novos desafios impostos pelas mobilidades contemporâneas.

Apelamos a uma participação rica e criativa, multidisciplinar e multiformato, que permita compreender as várias experiências e sentidos do viver em|a mobilidade, seja no quotidiano dos dias “banais” de pessoas e organizações, seja nos gabinetes de planeamento e intervenção social e política, seja no cenário da vida em comunidade e da produção cultural.

Dada a amplitude das temáticas, incentivamos a submissão de resumos orientados para a apresentação de comunicações em formato diferenciado do tradicional, incluindo posters, performances, apresentação de documentários e/vídeo, ou sessões de debate a partir de obras de investigação e/ou literárias. Neste caso, devem os autores indicar esta intenção explicitamente no resumo, informando sobre as eventuais condições técnicas necessárias.

Uma versão preliminar dos textos das comunicações (até 8 000 palavras) deve ser enviada até 2 de novembro. Para a sua publicação em formato ebook ou número especial de revista científica* os textos são sujeitos à revisão e apreciação por parte da comissão científica.

* A aguardar confirmação por parte de editora.

Temas

Os temas propostos para a organização das sessões são os seguintes, mas aceitam-se propostas sobre outros tópicos.

  • Mobilidades, transportes, modos e estilos de vida
  • Planear a mobilidade: paradigmas e metodologias
  • Infraestruturas, acessibilidades e (des)igualdades
  • Mobilidades desenhadas: Sketches, Mapas, GPSs e APPs
  • Tecnologia, cibercidade e mobilidade
  • Velocidade, tecnologia e transportes
  • Mobilidade, tempos e género
  • Transportes, mobilidade e ambiente
  • Mobilidade, tempos e turismo
  • Mobilidade e(m) escala: do local ao glocal
  • Circuitos, tempos, percursos e caminhos
  • Mobilidade, desigualdade e poder
  • Mobilidade, vigilância e segurança
  • Mobilidade, rotinas e vida quotidiana
  • Mobilidade, temporalidade, distância e ritual
  • Mobilidades virtuais, redes e tecnologia
  • Mobilidade, corpo e bem-estar
  • A mobilidade narrada, estilos de vida e os outros: Guias, Youtubers e Insta stories
  • Fast, slow, clean, smooth e outras mobilidades adjectivadas
  • (Des)construir os avessos da mobilidade: sedentarismo, imobilismo e fixismo

Submissão de resumos

Os resumos das comunicações devem ser submetidos online. Na submissão de resumos deve ser indicado o nome (primeiro e último) e afiliação institucional de autor, um resumo com um máximo de 300 palavras e 4 palavras-chave.

As línguas de trabalhos do seminário são preferencialmente o inglês e o português, mas serão também bem-vindas comunicações em francês, espanhol e italiano.

Procedimentos para registo e submissão:

  1. Realize o seu registo em https://sge.uevora.pt (receberá um email de confirmação para finalizar o seu registo)
  2. Realize o login em https://sge.uevora.pt e aceda ao link “Seminário Internacional e Interdisciplinar Viver em|a mobilidade: (Com)Passos, Rumos e Políticas” em https://sge.uevora.pt/eventos/ver/543
  3. Selecione a opção “Inscrever”/”Register” nas opções laterais do lado direito
  4. (Opcional, se quiser submeter um resumo) Selecione a opção “Submeter resumo” nas opções laterais do lado direito
  5. Depois da inscrição selecione a opção “Confirmar Inscrição”, onde seleciona o tipo de inscrição pretendido
  6. Depois de confirmada a inscrição, selecione a opção “Confirmar o Pagamento” onde lhe serão pedidos os dados para a faturação e onde deverá fazer o upload do comprovativo de pagamento*.

* Os estudantes deverão submeter online o respetivo comprovativo (e.g. cópia do cartão de estudante ou equivalente).

Datas importantes

  • Submissão de resumos: 05-09-2018

  • Comunicação sobre aceitação resumos: 17-09-2018
  • Envio de texto de comunicação (versão preliminar) : 02-11-2018

Comissão científica

[em atualização]

  • António Firmino da Costa (CIES-IUL)
  • Antonio Sáez Delgado (UÉvora)
  • Armando Raimundo (UÉvora e CHRC)
  • Eduardo Jorge Esperança (UÉvora e CICS.NOVA.UÉvora)
  • Ema Cláudia Pires (UÉvora e IHC-Cehfci-UÉ)
  • Helena Pires (CECS-UMinho)
  • Inês Secca Ruivo (UÉvora e CHAIA)
  • Joana Lima (UÉvora e CIDEHUS)
  • João Ferrão (ICS-UL)
  • José Alberto Ferreira (UÉvora, CHAIA e Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida)
  • José Carlos Venâncio (CECS-UBI)
  • Luís Vicente Baptista (FCSH-UNL e CICS.NOVA)
  • Luís Rato (UÉvora, CITIUE e LISP)
  • Margarida Queirós (IGOT-UL)
  • Maria da Saudade Baltazar (UÉvora e CICS.NOVA.UÉvora)
  • Maria Manuel Oliveira (LAB2PT-UMinho)
  • Miguel Bandeira (UMinho e CM Braga)
  • Moisés Martins (CECS-UMinho)
  • Paulo Pereira (CETAC-UMinho)
  • Paulo Quaresma (UÉvora e LISP)
  • Paulo Ribeiro (CETAC-UMinho)
  • Renato Carmo (CIES- IUL)
  • Rita Ribeiro (CECS-UMinho)
  • Teresa Fragoso (CIG)

Comissão organizadora

Catarina Sales Oliveira (CIES-UBI)

Daniel Malet Calvo (CIES-IUL)

Dennis Zuev (CIES-IUL)

Emília Araújo (CECS-UMinho)

João Pulquério Paula (CICS.NOVA.UÉvora)

Patrícia Santos Pedrosa (UBI e CIEG-UL)

Rosalina Pisco Costa (CICS.NOVA.UÉvora)

Inscrição

Até 31-10-2018: 50€

A partir de 01-11-2018: 60€

Estudantes de licenciatura/mestrado/doutoramento (com ou sem comunicação): 30€

Jantar (não incluído, a reservar): 20€

Catégories

Dates

  • mercredi 05 septembre 2018

Contacts

  • Rosalina Costa
    courriel : rosalina [at] uevora [dot] pt
  • Célia Rodrigues
    courriel : viver [dot] mobilidade [at] uevora [dot] pt

Source de l'information

  • Rosalina Costa
    courriel : rosalina [at] uevora [dot] pt

Pour citer cette annonce

« Living Mobilities: Pathways, Directions and Policies », Appel à contribution, Calenda, Publié le mardi 21 août 2018, https://calenda.org/468271

Archiver cette annonce

  • Google Agenda
  • iCal