Página inicialMulheres, indígenas e líderes na cena política latino-americana. Trajetórias, práticas e papéis

Mulheres, indígenas e líderes na cena política latino-americana. Trajetórias, práticas e papéis

Femmes, amérindiennes et leaders sur la scène politique. Parcours, pratiques et rôles en Amérique latine

Mujeres, indígenas y líderes en la escena política. Trayectorias, prácticas y roles en América Latina

Women, Amerindian women and leaders on the political stage. Careers, practices and roles in Latin America

Congresso Internacional de Americanistas (CIA 2021)

Congrès internacional des américanistes (CIA 2021)

Congeso Internacional de Americanistas (CIA 2021)

American Studies international congress (CIA 2021)

*  *  *

Publicado quarta, 13 de maio de 2020 por Céline Guilleux

Resumo

Por ocasião do 57º Congresso Internacional de Americanistas, que acontecerá entre os dias 19 a 23 de julho de 2021 em Foz do Iguaçu, Brasil, convidamos a todos a enviar propostas de trabalhos para participar do nosso GT intitulado: Mulheres, indígenas e líderes na cena política latino-americana. Trajetórias, práticas e papéis. O tema deste grupo de trabalho será as mulheres políticas indígenas, seus percursos, suas posições, seus discursos e suas práticas. Procuraremos questionar o lugar e o papel das mulheres indígenas na cena política atual. Existiria um jeito próprio às mulheres de fazer política? Quais suas particularidades? Por que elas tomaram a frente da cena política atual? Qual tipo de relação elas estabelecem com o movimento político indígena, ainda bastante masculino? Por quais razões as mulheres líderes são menos conhecidas na história?

 

Anúncio

Apresentação

Por ocasião do 57º Congresso Internacional de Americanistas, que acontecerá entre os dias 19 a 23 de julho de 2021 em Foz do Iguaçu, Brasil, convidamos a todos a enviar propostas de trabalhos para participar do nosso GT intitulado: Mulheres, indígenas e líderes na cena política latino-americana. Trajetórias, práticas e papéis

O tema deste grupo de trabalho será as mulheres políticas indígenas, seus percursos, suas posições, seus discursos e suas práticas. Procuraremos questionar o lugar e o papel das mulheres indígenas na cena política atual. Existiria um jeito próprio às mulheres de fazer política? Quais suas particularidades? Por que elas tomaram a frente da cena política atual? Qual tipo de relação elas estabelecem com o movimento político indígena, ainda bastante masculino? Por quais razões as mulheres líderes são menos conhecidas na história?

Para tentar responder a essas e outras questões, convidamos a todos a nos enviar vossas contribuições, baseadas em pesquisa empírica e provenientes das disciplinas das Ciências humanas e sociais: antropologia, etnologia, sociologia, ciências políticas, história, mas também direito e estudos literários.

Frequentemente circunscritas à posição de responsáveis pelas questões relativas “às mulheres” ou pela “educação” nas organizações indígenas, as mulheres continuam ocupando, majoritariamente, o posto de vice-presidente nessas organizações. Estudos sobre a liderança nas comunidades indígenas mostram que os homens continuam sendo majoritários na direção e evidenciam que, se essas organizações proclamam a paridade de gênero, elas apresentam dificuldades em concretizá-la. No entanto um rápido sobrevoo das imagens de contestação social ao longo dos dois últimos anos na América latina permite constatar um lugar de destaque das mulheres indígenas na atual cena política. Visíveis no campo político e nos meios de comunicação, elas o são menos nas produções acadêmicas. Testemunham o número ainda tímido de publicações sobre o tema (Von Rueden, 2018). Se a divisão sexual do trabalho marca ainda certas relações de gênero entre as populações indígenas (McCallum, 2013), na prática as coisas vêm mudando. O aumento do número de organizações de mulheres indígenas no Brasil e na América latina confortam essa constatação, assim como o aumento da presença de mulheres na política. Se, como acabamos de afirmar, as mulheres despontam no mundo político, as questões de discriminação e de violência feitas às mulheres indígenas perduram e necessitam reflexão. Para muitas mulheres se coloca a difícil escolha entre a denúncia de parceiros violentos, e a fidelidade à comunidade de pertença pela qual elas lutam politicamente.

O tema deste grupo de trabalho será as mulheres políticas indígenas, seus percursos, suas posições, seus discursos e suas práticas. Procuraremos questionar sobre o lugar e o papel das mulheres indígenas na cena política atual. Existiria um jeito próprio às mulheres de fazer política ? Quais suas particularidades? Por que elas tomaram a frente da cena política atual? Qual tipo de relação estabelecem com o movimento político indígena, ainda bastante masculino?

Enviamos em anexo a chamada completa em português, espanhol e francês. Ela também está disponível na página do congresso.

Submissão de propostas

As propostas devem ser submetidas à plataforma do congresso. Para tanto é necessário se inscrever na plataforma criando um login pessoal .

As propostas de trabalho devem ter no máximo 2000 caracteres - incluindo espaços, de 3 a 5 palavras-chave, e no máximo dois autores.

O prazo para envio dos resumos é 30 de setembro de 2020.

Aguardamos suas propostas, estamos à disposição para maiores informações e agradecemos por divulgar esta chamada em suas redes.

Responsáveis científicos

  • Dra. Silvia Macedo, Université de Guyane – UG silvia.lopesmacedo@gmail.com
  • Dra. Anne-Gaël Bilhaut, Institut Français d’Etudes Andines - IFEA agbilhaut@hotmail.com

Categorias

Locais

  • Universidade Estadual do Centro-Oeste, Unicentro
    Foz do Iguaçu, Brasil

Datas

  • quarta, 30 de setembro de 2020

Palavras-chave

  • femme, amérindienne, leader politique

Contactos

  • Anne-Gaël Bilhaut
    courriel : agbilhaut [at] hotmail [dot] com
  • Silvia Macedo
    courriel : silvia [dot] lopesmacedo [at] gmail [dot] com

Fonte da informação

  • Silvia Macedo
    courriel : silvia [dot] lopesmacedo [at] gmail [dot] com

Para citar este anúncio

« Mulheres, indígenas e líderes na cena política latino-americana. Trajetórias, práticas e papéis », Chamada de trabalhos, Calenda, Publicado quarta, 13 de maio de 2020, https://calenda.org/778559

Arquivar este anúncio

  • Google Agenda
  • iCal