AccueilConcurso de bolsas de investigação para estudante de mestrado em história

AccueilConcurso de bolsas de investigação para estudante de mestrado em história

*  *  *

Publié le lundi 03 août 2020 par Céline Guilleux

Résumé

Encontra-se aberto concurso para a atribuição de duas bolsas de investigação para estudantes de mestrado em história no âmbito do financiamento plurianual do Laboratório de Paisagens, Património e Território (Lab2PT), financiado por fundos nacionais (PIDDAC) através da FCT/MCTES.

Annonce

Descriçã

Referência Lab2PT/UIDP-04509/03 : Bolsa de investigação para estudante de mestrado

Encontra-se aberto concurso para a atribuição de uma bolsa de investigação para estudante de mestrado no âmbito do Financiamento Plurianual do Laboratório de Paisagens, Património e Território (Lab2PT), Ref.ª UIDP/04509/2020, financiado por fundos nacionais (PIDDAC) através da FCT/MCTES,

Área científica genérica: History  

Elegibilidade dos candidatos  

Os candidatos deverão reunir as condições de elegibilidade previstas no artigo 9º do Regulamento de Bolsas de Investigação da FCT I.P (2019).

Referência Lab2PT/UIDP-04509/03

Requisitos de admissão:

  • Inscrição e frequência no Mestrado em História;
  • Experiência de trabalho em arquivos e bibliotecas;
  • Experiência de trabalho na área de História Social;
  • Experiência em construção de Bases de Dados.

Referência Lab2PT/UIDP-04509/03

Requisitos de admissão:

  • Inscrição no Mestrado em História;
  • Bom domínio paleográfico para o período da Idade Moderna;
  • Experiência em trabalho de arquivo para o período assinalado;
  • Conhecimento de arquivos públicos e privados;
  • Seleção e gestão da informação recolhida;
  • Domínio na elaboração de bases de dados aplicadas ao conhecimento histórico.

Plano de trabalhos

Referência Lab2PT/UIDP-04509/03

  • Consulta, seleção e transcrição de jornais, em arquivos e bibliotecas de diferentes regiões do país, para estudo das doenças e epidemias que grassaram em Portugal entre 1834 e 1979;
  • Prospeção e seleção dos materiais a trabalhar;
  • Levantamento de informação;
  • Construção de base de dados com base no seleção do material trabalhado.

Referência Lab2PT/UIDP-04509/03

O trabalho consistirá no levantamento de fontes em vários arquivos particulares e públicos, na seleção da informação recolhida e na construção de bases de dados.

Legislação e regulamentação aplicável

Estatuto do Bolseiro de Investigação, aprovado pela Lei nº 40/2004 de 18 de agosto, na redação atual publicada pelo Decreto-Lei nº 123/2019 de 28 de agosto; Regulamento de Bolsas de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. - em vigor, disponível em: https://dre.pt/application/file/a/127230968 ou https://www.fct.pt/apoios/bolsas/docs/RegulamentoBolsasFCT2019.pdf

Unidade de acolhimento e Orientação científica

O trabalho será desenvolvido no Laboratório de Paisagens, Património e Território (Lab2PT) da Universidade do Minho, sob a orientação científica do Professora Doutora Alexandra Patrícia Lopes Esteves.

Duração da bolsa

Referência Lab2PT/UIDP-04509/03

A bolsa terá à duração de 5 meses, com início previsto em outubro de 2020, não renovável.

Referência Lab2PT/UIDP-04509/03

A bolsa terá à duração de 4 meses, com início previsto em novembro de 2020, não renovável.

Valor do subsídio de manutenção mensal

O montante da bolsa corresponde a 798€ mensais, conforme tabela de valores das bolsas da FCT, I.P. no País, disponível em https://www.fct.pt/apoios/bolsas/valores.

Outros benefícios

Reembolso do Seguro Social Voluntário, correspondente ao 1º Escalão da base de incidência contributiva (para bolsas com duração igual ou superior a 6 meses) e Seguro de Acidentes Pessoais.

Composição do Júri de Seleção

Presidente

  • Professora Doutora Alexandra Patrícia Lopes Esteves

Vogais efetivos

  • Professora Doutora Maria Marta Lobo de Araújo
  • Doutor António Magalhães da Silva Ribeiro

Vogais suplentes

  • Professor Doutor Arnaldo Rui Azevedo Sousa Melo
  • Professor Doutor Francisco Manuel Ferreira Azevedo Mendes

Em caso de impedimento do Presidente do Júri, este far-se-á substituir pelo primeiro vogal efetivo, sendo nomeado o vogal suplente para substituição do vogal efetivo.

Critérios e procedimentos de avaliação e seleçã

A avaliação das candidaturas incidirá sobre o Mérito do candidato, aplicando-se os seguintes critérios de avaliação, valorados numa escala de 1 a 5 valores:

Mérito do candidato - MC (70%):

  • A.1: Percurso académico (que reflete as classificações dos graus académicos), com uma ponderação de 50%
  • A.2: Currículo pessoal (que reflete o percurso científico e profissional), com uma ponderação de 40%
  • A.3: Carta de motivação, com uma ponderação de 10%.

A classificação do Mérito do candidato (MC) será obtida pela aplicação da seguinte fórmula: MC=(A1*0,5)+(A2*0,4)+(A3*0,1)

Os candidatos classificados nas primeiras 3 posições, que obtenham a classificação mínima de 3 no MC, serão admitidos à fase da Entrevista, procedendo o Júri à avaliação dos seguintes subcritérios:

Entrevista – ENT (30%):

  • B.1: Competências interpessoais (30%);
  • B.2: Conhecimentos demonstrados na área a concurso (40%);
  • cB.3: Motivação (20%);
  • B.4: Competências linguísticas (10%).

A classificação final (CF) do mérito do candidato (MC) e Entrevista (ENT) será obtida pela aplicação da seguinte fórmula: CF= (MC*0,7)+ (ENT*0,3)

Os documentos comprovativos da titularidade de graus académicos e diplomas, ou do respetivo reconhecimento quando tenham sido atribuídos por instituições de ensino superior estrangeiras, podem ser dispensados em fase de candidatura, sendo substituídos por declaração de honra do candidato, ocorrendo a verificação dessa condição apenas em fase de contratualização da bolsa. Esta declaração deverá atestar factos ocorridos em data anterior à candidatura. Nas situações de divergência entre a informação constante da declaração e a documentação entregue para efeitos de contratualização de bolsa, apenas será considerada a informação constante nesta última. Caso se verifique que os documentos comprovativos da titularidade do grau académico e diploma, ou do respetivo reconhecimento nos termos do Decreto-Lei n.º 66/2018, de 16 de agosto, não correspondam às classificações atribuídas na avaliação do percurso académico e possam, consequentemente, alterar a seriação do candidato, não será efetivada a contratualização da bolsa.

Nota: Os candidatos com graus obtidos no estrangeiro deverão apresentar comprovativo do reconhecimento das habilitações em Portugal e conversão da classificação final neles obtida para a escala de classificação portuguesa ou declaração nos termos indicados no ponto anterior. Aos candidatos que não cumpram uma destas disposições, o júri atribuirá a classificação mínima na nota do curso de licenciatura e/ou mestrado, de acordo com a escala de valores definida.

Divulgação dos resultados

O projeto de resultados da avaliação, fundamentado em ata, será remetido aos candidatos através de correio eletrónico, até 90 dias úteis após a data limite de submissão de candidaturas.

Caso o resultado seja desfavorável à concessão da bolsa requerida, os candidatos têm um prazo de 10 dias úteis para se pronunciarem, querendo, em sede de audiência prévia aos interessados, nos termos do artigo 121º e 122º do Código do Procedimento Administrativo (DL nº 4/2015 de 7 de janeiro).

Procedimentos de reclamação e recurso

Os resultados finais da avaliação serão publicitados através de lista ordenada (alfabeticamente, por nota final obtida), afixada em local visível e público da Unidade de acolhimento, bem como através de correio eletrónico a todos os candidatos, anexando-se, para o efeito, as atas com as deliberações do júri.

O candidato selecionado deverá manifestar por escrito a intenção de aceitação da bolsa. Em caso de não aceitação, a bolsa será atribuída ao candidato por ordem de seriação final.

Da decisão final pode ser interposta reclamação, no prazo de 15 dias úteis, dirigida ao Presidente do Júri. Os interessados poderão ainda apresentar recurso hierárquico facultativo, dirigido ao Sr. Pró-Reitor para a Investigação e Projetos, Professor Doutor Filipe Vaz.

Prazo de candidatura e forma de apresentação das candidaturas

Referência Lab2PT/UIDP-04509/03 : O concurso encontra-se aberto no período de 24 de agosto a 4 de setembro de 2020.

Referência Lab2PT/UIDP-04509/03 : O concurso encontra-se aberto no período de 14 a 25 de setembro de 2020.

As candidaturas devem ser formalizadas, obrigatoriamente, através do envio de carta de candidatura acompanhada dos seguintes documentos: curriculum vitae; certificado de habilitações ou declaração do candidato; documento comprovativo de inscrição no Mestrado em História; carta de motivação).

As candidaturas deverão ser remetidas por correio eletrónico para lands@lab2pt.uminho.pt, indicando obrigatoriamente a referência do concurso em Assunto. Não serão admitidas candidaturas enviadas por outras vias.

Catégories

Lieux

  • Universidade do Minho, Instituto de Ciências Sociais - Campus de Gualtar
    Braga, Portugal (4710-057)

Dates

  • vendredi 25 septembre 2020
  • vendredi 04 septembre 2020

Source de l'information

  • Carla Xavier
    courriel : carlaxavier [at] ics [dot] uminho [dot] pt

Pour citer cette annonce

« Concurso de bolsas de investigação para estudante de mestrado em história », Bourse, prix et emploi, Calenda, Publié le lundi 03 août 2020, https://calenda.org/794107

Archiver cette annonce

  • Google Agenda
  • iCal
Rechercher dans OpenEdition Search

Vous allez être redirigé vers OpenEdition Search