InicioAnalyse du discours comparative et d’autres approches comparatistes

InicioAnalyse du discours comparative et d’autres approches comparatistes

Análise de discursos comparativa e outras abordagens comparativistas

Analyse du discours comparative et d’autres approches comparatistes

Revista "Linha D'Água" (nº 35/1)

Revue « Linha D’Água » (nº 35/1)

*  *  *

Publicado el lunes 26 de abril de 2021 por João Fernandes

Resumen

Para este número da revista Linha D’Água, receberemos trabalhos que apresentem percursos acadêmicos voltados para a linguagem segundo uma abordagem comparativista. Assim, nosso objetivo é estimular reflexões críticas embasadas na aproximação de diferentes tendências nos estudos da linguagem.

Anuncio

Argumento 

Esta chamada para publicação destina-se a pesquisadoras e pesquisadores das áreas de Letras – linguística e literatura – cujos trabalhos tenham uma orientação comparativa. Num texto concebido nos últimos anos de sua produção teórica, o pensador russo Mikhail Bakhtin posicionou-se a respeito dos caminhos da ciência da literatura na Rússia de então. No texto “A ciência da literatura hoje”, em resposta à revista Novi Mir, Mikhail Bakhtin assinala a necessidade de um estudo da literatura e, mais amplamente, da linguagem, considerando uma relação mais direta com a cultura e a história: “[u]m sentido só revela as suas profundezas encontrando e contatando o outro, o sentido do outro: entre eles começa uma espécie de diálogo que supera o fechamento e a unilateralidade desses sentidos, dessas culturas.” Ao mesmo tempo que reitera a natureza do movimento dialógico, Bakhtin sugere que a potencialidade interpretativa de um enunciado se revela a partir do encontro com outrem, que lhe é distinto e externo. É desse ponto de vista que a análise de discursos comparativa é desenvolvida no Brasil pelo grupo Diálogo. Inspirados nos postulados de Bakhtin e do Círculo, um dos eixos de trabalho do grupo se propõe a analisar diferentes gêneros discursivos, tendo por princípio metodológico a comparação entre línguas-culturas distintas. Para além dessa perspectiva de metodologia comparativa, abordagens de investigação que se pautam em métodos de base comparativista são frequentes nas diversas áreas das ciências humanas. No âmbito dos estudos em linguagem, vertentes como a linguística histórica, linguística comparada e literatura comparada apresentam uma longa trajetória de pesquisas em que a comparação se apresenta como caminho para o estudo das mais variadas expressões e modalizações da linguagem. Dessa forma, a proposta central da presente chamada é congregar diferentes linhas de pesquisa que tomem por base metodológica abordagens comparativistas no campo dos estudos da linguagem.

Para este número da revista Linha D’Água, receberemos trabalhos que apresentem percursos acadêmicos voltados para a linguagem segundo uma abordagem comparativista. Assim, nosso objetivo é estimular reflexões críticas embasadas na aproximação de diferentes tendências nos estudos da linguagem.

Eixos temáticos

Apresentamos, a título ilustrativo mas não exaustivo, alguns eixos nos quais os trabalhos esperados podem se alinhar:

a) No domínio da linguística, trabalhos em análise de discursos comparativa cujos corpora se referem a duas ou mais línguas-culturas distintas;

b) ainda no âmbito da linguística, trabalhos que comparam um aspecto linguístico específico em diferentes línguas;

c) na esfera literária, trabalhos que comparam a obra de autores de diferentes nacionalidades e/ou línguas numa interseção de esferas, abordagens e perspectivas;

d) ainda no campo dos estudos literários, trabalhos comparativos de natureza interdisciplinar, que envolvam literatura e outras artes (cinema, canção popular e artes plásticas, para citar alguns exemplos).

Aceitamos trabalhos de doutores e/ou doutorandos e de mestres, mestrandos, graduados e ou graduandos em coautoria com doutores e/ou doutorandos. Os trabalhos inéditos que se inscrevem nessa perspectiva devem ser submetidos para o número 35/1 da revista Linha D’Água por meio do site da revista (http://www.revistas.usp.br/linhadagua) até o dia 30 de setembro de 2021.

A revista está indexada no Google Scholar, Web of Science, Latindex, CiteFactor e nos diretórios da Capes Periódicos, Diadorim e Ibict. Os artigos aceitos e publicados online têm o número DOI®.

Modalidades de submissão

Você pode consultar as normas editoriais e os números anteriores da revista no endereço:  http://www.revistas.usp.br/linhadagua/issue/archive

Observamos que artigos submetidos devem estar de acordo com as “Normas de submissão” da revista Linha D’Água:

http://www.revistas.usp.br/linhadagua/about/submissions#autorrestituidores

 O prazo para entrega dos originais deste número é 30 de setembro de 2021.

Organizadores

  • Daniela Nienkötter Sardá (Diálogo-USP);
  • Maria Glushkova (Diálogo-USP);
  • Urbano Cavalcante Filho (IFBA/UESC/Diálogo-USP)
  • Yuri Andrei Batista Santos (UParis/Diálogo-USP).

Equipe Editorial

Editor Responsável

  • Maria Inês Batista Campos, Universidade de São Paulo, Brasil

Editores Executivos

  • Maria Inês Batista Campos, Universidade de São Paulo, Brasil
  • Paulo Roberto Gonçalves Segundo, Universidade de São Paulo, Brasil
  • Roseli Serra, Universidade Católica de Pernambuco, Brasil (editor de língua estrangeira)

Equipe técnica

  • Gabriel Isola-Lanzoni (USP)

Conselho Científico

  • Adriana Pucci Penteado de Faria e Silva, Universidade Federal da Bahia, Brasil
  • Ana Zandwais, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Ana Lúcia Tinoco Cabral, Universidade Cruzeiro do Sul, Brasil
  • Anton T. Brinckwirth, Virginia Commonwealth University
  • Cleusa Rios Pinheiro Passos, Universidade de São Paulo
  • Denize Elena Garcia da Silva, Universidade de Brasília
  • Dolores Vilavedra, Universidade de Santiago de Compostela, Espanha
  • Dóris de Arruda Carneiro Cunha, Universidade Federal de Pernambuco, Brasil
  • Eliane Gouvêa Lousada, Universidade de São Paulo, Brasil
  • Edna Maria F. S. Nascimento, Univ. Estadual Paulista – Araraquara
  • Eduardo Lopes Piris, Universidade Estadual de Santa Cruz, Brasil
  • Eduardo Paiva Raposo, Universidade da Califórnia, Santa Bárbara, USA, Estados Unidos
  • Elis de Almeida Cardoso Caretta, Universidade de São Paulo, Brasil
  • Eugênio Pagotti, Universidade Federal de Sergipe, Brasil
  • Hardarik Blühdorn, Deutsche Sprache, Mannheim, Alemanha
  • Íris Backman, Manchester University, Estados Unidos
  • Isabel Cristina Michelan de Azevedo, Universidade Federal de Sergipe, Brasil
  • Flávia Sílvia Machado, Université Nanterre, França
  • Irina Vassílievna Kliúeva, Universidade Estatal da Mordóvia Ímeni N. P. Ogarióva, Rússia
  • Leonor Lopes Fávero, Universidade de São Paulo / Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Brasil
  • Ligia Chiappini Moraes Leite, Freie Universitat, Berlin, Alemanha
  • Luiz Roberto Velloso Cairo, Universidade Estadual Paulista – Assis
  • María Alejandra Vitale, Universidad de Buenos Aires, Argentina
  • Márcia Antonia Guedes Molina, Universidade de Santo Amaro, Brasil
  • Maria Aparecida Torres Morais, Universidade de São Paulo
  • Maria Alexandra Araújo Guedes Pinto, Universidade do Porto, Portugal
  • Maria Cristina Figueiredo Silva, Universidade Federal do Paraná, Brasil
  • Maria da Graça Lisboa Castro Pinto, Universidade do Porto, Portugal
  • Maria das Graças Soares Rodrigues, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Brasil
  • Maria Cristina Hennes Sampaio, Universidade Federal de Pernambuco
  • Paulo Roberto Gonçalves-Segundo, Universidade de São Paulo, Brasil
  • Maria Eugenia Duarte, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil
  • Maria Eulalia Sobral Toscano, Universidade Federal do Pará, Brasil
  • Maria Helena da Nóbrega, Universidade de São Paulo, Brasil
  • Maria José Palo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Brasil
  • Maria Lucia C. V. O. Andrade, Universidade de São Paulo
  • Maria Luiza M. Salles Coroa, Universidade de Brasília
  • Maria Madalena Telles Dias Teixeira, Politécde Santarém (IPSantarém), Universidade de Lisboa (UL)
  • Maria da Penha Casado Alves, Universidade Federal do Rio Grande do Norte
  • Maria Silvia Olivi Louzada, Universidade Cruzeiro do Sul
  • Margarita Correia, Universidade de Lisboa
  • Marli Quadros Leite, Universidade de São Paulo, Brasil
  • Mercedes Fátima Canha Crescitelli, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Brasil
  • Miriam Bauab Puzzo, Universidade de Taubaté, Brasil
  • Natália Ivanóvna Voronina, Universidade Estatal da Mordóvia Ímeni N. P. Ogarióva, Rússia
  • Norma Seltzer Goldstein, Universidade de São Paulo, Brasil
  • Rosalice Botelho Pinto, Center of Linguistics from Universidade Nova de Lisboa, Portugal
  • Rui Manuel Nascimento Lima Ramos, Universidade do Porto, Portugal
  • Rute Costa, Universidade Nova de Lisboa, Portugal
  • Sonia Sueli Berti Santos, Unicsul, Brasil
  • Sueli Cristina Marquesi, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP) / Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL), Brasil
  • Valdir Heitor Barzotto, Universidade de São Paulo
  • Zilda Gaspar Oliveira Aquino, Universidade de São Paulo, Brasil

Assistentes Editoriais

  • Nathalia Akemi Sato Mitsunari, Universidade de São Paulo, Brasil
  • Viviane Mendes Leite, Universidade de São Paulo, Brasil
  • Yuri Andrei Batista Santos, Universidade de São Paulo, Brasil

Fecha(s)

  • jueves 30 de septiembre de 2021

Palabras claves

  • análise de discurso, análise de discursos comparativa, literatura comparada, literatura

Contactos

  • Daniela Nienkötter Sardá
    courriel : danielasarda [at] usp [dot] br

URLs de referencia

Fuente de la información

  • Daniela Nienkötter Sardá
    courriel : danielasarda [at] usp [dot] br

Para citar este anuncio

« Analyse du discours comparative et d’autres approches comparatistes », Convocatoria de ponencias, Calenda, Publicado el lunes 26 de abril de 2021, https://calenda.org/867793

Archivar este anuncio

  • Google Agenda
  • iCal
Buscar en OpenEdition Search

Se le redirigirá a OpenEdition Search