Página inicial

Calendário

Em destaque

  • 30/05/2024

    Si le premier colloque international sur le Zouk, en 2019, a traité des trajectoires, des imaginaires et perspectives suivant le concept lacanien d’« hainamoration », ce deuxième colloque s’articule autour du concept chamoisélien de « résonance » pour tenter d'expliciter le processus de création de la musique zouk depuis ses fonts baptismaux. Qu'est-ce qui conditionne l’imaginaire créatif de nos démiurges du zouk et leur permet d’appréhender le monde ? Ce questionnement se justifie par le fait que beaucoup de musiciens et artistes-chanteurs-interprètes de nos régions, s’ils suivent des formations musicales conventionnelles, il n’en demeure pas moins que pour créer dans la Caraïbe, leurs lignes créatrices s'ancrent authentiquement dans le principe de la « résonance » (conte-danse-rythme), les sources vives des énergies cosmiques, de la vibration du tambour. Ce colloque permettra d’entrer dans les arcanes de la création, de pister et de suivre la trace de certains artistes rompus à l’exercice pour tenter de définir des traits définitoires de ce processus de création du « Deep zouk ».

    Ler mais
  • 30/09/2024

    Os vínculos entre religiões, comunidades e os indivíduos que as compõem são temas recorrentes das ciências humanas e são regularmente considerados como um dos indicadores de tensões dentro das estruturas sociais. Especialmente no continente americano, onde a intensidade devastadora da colonização desencadeou sucessivas ondas de migração, os pluralismos comunitários e religiosos, dos Territórios do Noroeste Canadense até a Terra do Fogo, distinguem os países do continente americano uns dos outros, mas pontos comuns existem. Até que ponto existe uma especificidade americana em relação à religião e à comunidade? Essa é uma das perguntas que a edição 18 da RITA se propõe a responder.

    Ler mais
  • 15/07/2024

    O objetivo deste número da revista Atlante é problematizar as aplicações actuais da noção de fim de vida aos sistemas linguísticos e examinar as questões teóricas e epistemológicas, ou políticas e sociais, em jogo.

    Ler mais
  • 31/07/2024

    Este número dos Cadernos do Arquivo Municipal procura analisar de modo interdisciplinar quer as estruturas de assistência alimentar desta época quer o seu enquadramento humano, territorial e social, estudado sobre várias perspetivas, da história à arquitetura, do sítio específico à paisagem social e território.

    Ler mais
  • 15/06/2024

    Centré sur la question coloniale dans la presse d’exil, le congrès vise à discuter la liminalité des expériences d’occupation, de dissidence, de clandestinité et de bannissement dans leur rapport à l’expatriation politique, tant en raison des similitudes de leur impact psychologique que des circulations qu'elles tendent à favoriser. L’objectif est d’encourager les études qui explorent les idées, les images et les débats autour du colonialisme et des réalités coloniales mobilisées par les périodiques d’exil, tant dans leur diversité que mettant en exergue les convergences et les divergences.

    Ler mais
  • 30/11/2023

    “O corpo de um atleta e a alma de um sábio”, escreveu Voltaire a Helvetius, “é disto que precisamos para sermos felizes”. Nós, da RITA, não pretendemos ter corpos de atletas, mas esperamos que nossa revista contribua, modestamente, para a sabedoria da alma. E como a cidade de Paris vai sediar os Jogos Olímpicos de 2024, o momento nos parece oportuno para convidar os pesquisadores a usar sabedoria e pensamento crítico a fim de interrogar e analisar o lugar do esporte nas Américas, de Norte a Sul.

    Ler mais
  • 15/06/2023

    No espaço ocidental, cartografar o Outro não é uma noção prescritiva de atribuição de identidades fixas. Trata-se antes de questionar a ligação entre estas identidades interseccionais de alteridade e as especificidades de diferentes espaços ocidentais. Noutros termos, é um convite a reconsiderar o modo como o Outro se define a si próprio, de modo autónomo, nos espaços dominantes e marginais da “ordem normativa” das sociedades hegemónicas, e como é que se insere nestes espaços para deles se apropriar - pondo em causa os sistemas de opressão vigentes.

    Ler mais
  • 01/04/2023

    As características das atividades no setor económico da música evidenciam uma grande variedade de locais, horários e condições de trabalho, bem como informalidade dos vínculos para uma grande maioria dos músicos. Obviamente, são fatores que interferem na atividade de preparação para a atuação musical, nas práticas de estudo, e possivelmente no desempenho público. Apesar disso, a atenção dada à investigação e intervenção desta categoria de trabalhadores é nitidamente insuficiente e ainda são raras as pesquisas que investiguem as várias facetas ligadas ao exercício da atividade musical -- formação, práticas de ensino e estudo, atuação profissional. A revista Laboreal abre espaço para artigos que se interessem pela atividade dos músicos, e convida os investigadores envolvidos nestas questões a contribuir para a publicação deste dossier.

    Ler mais
  • 30/06/2023

    Num tempo em que serão múltiplas as propostas de olhares sobre o cinquentenário do 25 de Abril de 1974, uma revolução pautada por uma euforia que ultrapassou o dia antes e que surpreendeu no dia seguinte, num desbloqueio do futuro, sugerimos um olhar no limiar de várias disciplinas neste número transversal dos Cadernos do Arquivo Municipal, entre as ciências sociais e humanas, as artes, a literatura e outras formas de intervenção na realidade, através de quatro vertentes.

    Ler mais
  • 31/03/2023

    Evitaremos resolutamente mais um debate sobre a posição institucional das igrejas em relação à escravatura. O que será discutido é o confronto concreto - ou coabitação - com a escravatura. O que sabem os missionários sobre o seu ambiente escravo? Como é que aprendem sobre isso? Como é que eles se posicionam? Como é que agem - ou não? As mesmas questões são colocadas em relação ao noivado e às formas coloniais de trabalho forçado. Confrontos, mediações, mal-entendidos?

    Ler mais
  • 01/02/2023

    Temos o prazer de lançar esta convocatória à publicação de artigos sobre as recentes ficções do terror no Cone Sul e no Brasil. Na América Latina a violência é ubíqua. É assustador e angustiante sofrer com ela e estas emoções são contagiosas. O medo e a angústia estão intrinsecamente relacionados ao terror, que pode se manifestar tanto em nível coletivo como em nível individual. Muitos autores abordam questões como a política, a família, a violência, a pobreza, a segurança pública, a radicalização social, o corpo e a condição feminina através do terror. Muitos textos literários (romances, contos, quadrinhos, romances gráficos, dramas, poesia), filmes de longa e curta metragem de terror questionam criticamente o estado social e seu efeito aterrorizante reside principalmente no fato de que estes textos carecem de um final feliz ou de um final em absoluto. O sinistro, o monstruoso, o terror, o mistério horripilante etc. persistem, o que significa que podem reaparecer a qualquer momento.

    Ler mais
  • 05/12/2022

    Assistimos nas duas últimas décadas ao crescimento da produção teórica sobre as mulheres escravizadas, libertas e livres, nas sociedades escravistas do mundo atlântico na época moderna. Recentemente, os/as investigadores/as começaram igualmente a examinar a feminidade e a masculinidade, a expressão de gênero não-binário, as sexualidade não-normativas e a família, como janelas a partir das quais entender a criação e a conservação dessas sociedades. Este número temático da revista Esclavages & Post-Esclavages / Slaveries & Post-Slaveries pretende desenvolver e prolongar esses trabalhos, focando no gênero como quadro e categoria analítica das sociedades escravistas e pós-escravistas para além do mundo atlântico e/ou em comparação com essas sociedades do mundo atlântico. Procuramos entender a influência dos estudos atlânticos nos estudos dedicados a escravidão no resto do mundo, tendo em conta as especificidades de cada contexto escravista estudado.

    Ler mais
  • 20/10/2022

    Os eventos esportivos marcam o centro de interesse na vida social de muitos países do mundo, mas se focarmos nas Américas, essa importância fica ainda mais evidente. O esporte se converte em motivo de encontro, de comunidade e de conexão. Isso consegue trazer à tona e reforçar identidades locais, regionais ou nacionais para além do interesse que o próprio jogo como tal possa despertar. Poucas pessoas escapam da paixão que envolve um país pelo sucesso nas competições mundiais. Esse fenômeno, baseado no orgulho coletivo, vai além, incluindo até mesmo os espectadores mais críticos. Podemos considerar esta contradição como uma das chaves do sucesso?

     

    Ler mais
  • 16/09/2022

    A eleição de Jair Bolsonaro em 2018 levantou preocupações sobre os possíveis impactos negativos de seu mandato sobre o meio ambiente. Durante a campanha, o candidato disse que “nem um centímetro a mais [seria demarcado] para terras indígenas”, e que ele poderia pôr um fim ao Ministério do Meio Ambiente. Mais de três anos depois de ter sido eleito, poucos são os que defendem a atuação do governo sobre as questões ambientais, amplamente criticada no Brasil e internacionalmente. Com a preparação das campanhas para as eleições marcadas para outubro de 2022, o Colóquio propõe abrir a discussão entre pesquisadores e pesquisadoras de várias disciplinas, a fim de analisar o mandato do atual presidente e de compreender as mudanças que ocorreram ao longo do período e seus efeitos.

    Ler mais
  • 27/09/2021

    Em 2020, no Brasil, um projeto do Ministério da Economia que visava à implementação de uma taxa sobre os livros (um setor até então isento), foi contestado pelas editoras do país e acabou sendo descartado. Em um país onde a Bíblia segue sendo um dos livros mais vendidos e onde recordes de venda são alcançados por editoras religiosas, essa taxa virou um objeto de conflito entre o Estado e grupos evangélicos, que se mobilizaram contra o projeto, apesar de comporem um setor que geralmente apoia as decisões do governo Bolsonaro. Para além da anedota, esse caso questiona o papel do livro na sociedade, que por mais insignificante e cotidiano que pareça, não deixa de ser estratégico. Esse objeto pode ser analisado em sua materialidade, na perspectiva de Roger Chartier – observando sua circulação, seu armazenamento, suas vendas e compras, oficiais ou clandestinas –, mas também em seu conteúdo.

    Ler mais
  • 01/07/2021

    O objetivo deste dossiê é reunir artigos que analisam a transnacionalização de Black Lives Matter (BLM). As contribuições estarão atentas ás modalidades concretas das circulações, das apropriações e das repercussões das mobilizações ligadas a BLM, mas também ás rupturas e ás continuidades históricas e políticas que implicam e que as explicam. Da mesma maneira, as contribuições apresentando o papel das Novas tecnologias de informação e de comunicação (NTIC), das redes sociais, nomeadamente na difusão de imagens (vídeos de violências policiais, de manifestações, obras artísticas, etc.) e o desenvolvimento transnacional do movimento, serão consideradas com atenção. 

    Ler mais
  • 30/05/2021

    A chegada e o surgimento de estudos, pesquisas ou reflexões que afirmam serem «decoloniais» na Europa ou em sociedades que sofreram processos de colonização europeia (particularmente no continente africano) não devem ser reduzidos a um modo intelectual anacrônico ou nativista buscando simplificar ou repetir os encontros coloniais segundo a interpretação de alguns autores ou jornalistas (especialmente na França). Se estes estudos parecem recentes para o leitor francófono e em particular para o leitor francês, deve ser salientado que eles provêm de uma tradição crítica intelectual latino-americana (diálogos com várias correntes como a teoria da dependência, teologia da libertação, estudos sobre o Sistema-Mundo) e que várias publicações de pesquisadores latino-americanistas ou latino-americanos os têm descrito há várias décadas.

    Ler mais
  • 11/12/2020

    Dez anos após a lei histórica sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo na Argentina, esta edição dos Cahiers des Amériques latines propõe questionar a noção de "revolução de direitos" e fazer um balanço da situação das minorias sexuais e de gênero na região. Três linhas de pesquisa parecem essenciais para propor uma reflexão crítica sobre a realidade das minorias sexuais e de gênero e para avaliar a "revolução dos direitos" LGBTQI+ na América Latina.

    Ler mais
  • 01/09/2020

    Este número da revista Esclavages & Post~esclavages / Slaveries & Post~Slaveries trata das demandas por reparações associadas ao tráfico transoceânico de escravos e à escravidão, nos séculos XX e XXI. O objetivo é o de apurar como os atores sociais contemporâneos associam a história da escravidão aos debates políticos para abordar a reprodução das desigualdades nas relações geopolíticas, sociais e raciais.

    Ler mais
  • 15/10/2019

    Edição 16 da revista IdeAs. Ideias das Américas, a serem publicadas em outubro de 2020, terão como foco "Margens criativas: a emergência de intelectuais negro(a)s, mestiço(a)s e indígenas nas Américas nos séculos XIX e XX". Queremos nos concentrar nas Américas intelectuais negras e não-brancas. Recebemos propostas de artigos em todos os países do continente americano, em francês, inglês, espanhol ou português. 

    Ler mais

Últimos anúncios

Todas
Em português
masque
masque
masque
masque
 
Pesquisar OpenEdition Search

Você sera redirecionado para OpenEdition Search